Geladeiras

Vasculhamos o mercado e destacamos os melhores modelos de geladeiras disponíveis atualmente. Veja a matéria completa e acerte na compra!

Melhores Geladeiras para Comprar em 2021

1º – Electrolux DM84X Melhor geladeira Mostrar preço
2º – Brastemp BRO80 Outra ótima opção Mostrar preço
3º – Brastemp BRE57 Melhor geladeira inverse Mostrar preço
4º – Consul CRE44 Inverse custo-benefício Mostrar preço
5º – Brastemp BRE80 Melhor relação preço/capacidade Mostrar preço
6º – Brastemp BRM57 Melhor geladeira duplex Mostrar preço
7º – Brastemp BRM44 Duplex custo-benefício Mostrar preço
8º – Consul CRD37 Duplex baixo custo Mostrar preço
9º – Consul CRA30 A mais barata Mostrar preço

Como escolher a melhor geladeira para você?

Primeiro, sugerimos que você defina o orçamento! Só você vai saber qual geladeira tem o melhor preço dentro das suas condições.
Depois, para fazer a compra do melhor refrigerador no seu caso, recomendamos que você preste atenção em alguns quesitos técnicos dos modelos considerados.
Vamos falar um pouco sobre cada um deles agora!

Qual a melhor marca de geladeira?

Na verdade não há a melhor marca de refrigerador, mas existem algumas fabricantes que possuem mais credibilidade na produção desse tipo de produto.
Samsung, Electrolux, Brastemp, Consul e até mesmo Panasonic são algumas dessas marcas.
Claro que isso não quer dizer que não existe risco de você ter problemas ao comprar uma geladeira de alguma dessas fabricantes.
Mas certamente o esse risco é menor adquirindo o produto de uma marca com maior renome.

1° – Electrolux DM84X

Electrolux DM84X

A DM84X da Electrolux é nossa escolha de melhor compra geral no segmento de geladeiras.

Ela tem uma capacidade altíssima, diversos recursos tecnológicos e uma ótima relação custo-benefício.

Não podemos dizer que é barata, mas comparando com as concorrentes com os mesmo recursos, ela apresenta um custo mais baixo.

Detalhes técnicos:

  • Capacidade: 579 litros
  • Tipo: french door
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 75 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 190 x 83,5 x 79,5 cm

Em termos de design ela até agrada, mas fica um pouco atrás de modelos equivalentes de outras marcas. De qualquer forma, considerando o preço, isso é mais que justo.

Também vale ressaltar que essa geladeira é em inox, diferente de alguns concorrentes que são em evox, um metal mais simples com um revestimento protetivo.

Não há nenhuma grande diferença em termos de durabilidade, por outro lado é um fato que o inox é um material mais “nobre” que o evox.

A disposição das portas e divisões também trazem bastante praticidade e conforto no uso diário do eletrodoméstico.

Pontos negativos

Ela ocupa bastante espaço, mas isso é comum nas geladeiras desta categoria.

Por outro lado, além de grande, essa aqui também é mais profunda que as concorrentes.

Isso pode interferir um pouco no uso, além de não se adequar ao móvel da cozinha de alguns consumidores.

Esse modelo não dispõe dos dispensers de água gelada e gelo como na maioria desse tipo.

Outro quesito que desagrada um pouco é o consumo, apesar de se enquadrar na categoria “A” no INMETRO. Ela gasta consideravelmente mais energia que as concorrentes.

Não é bivolt, é preciso cuidar no momento da compra.

Prós

  • Altíssima capacidade
  • Ótima relação custo-benefício
  • Prática de usar
  • Painel digital
  • Frost free

Contras

  • Mais profunda que a média
  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt
  • Sem dispensers de água e gelo

2° – Brastemp BRO80

Brastemp BRO80

A BRO80 da Brastemp também se destaca por ser um modelo french door porém com um custo mais realista, já que vemos outros modelos desse tipo custando mais de R$10 mil.

Em comparação com a primeira da lista, essa aqui tem algumas vantagens e algumas desvantagens.

Ela gasta menos energia, é mais compacta e um pouco mais bonita. Por outro lado, a capacidade é menor e o preço um pouco mais alto no geral.

Características:

  • Capacidade: 540 litros
  • Tipo: french door
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 72,7 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 185,9 x 82,9 x 75 cm

Um diferencial interessante é a função chamada de “ice maker”. Com ela o freezer produz 12 bandejas de gelo sem precisar abastecer.

O que não agrada

Como de costume é importante ressaltar que trata-se de um equipamento bem grande, apesar de se destacar na categoria como um dos mais compactos.

O consumo também é um pouco alto, mesmo com o selo “A” no INMETRO.

E diferente da primeira da lista, a BRO80 é construída em evox, um metal mais simples que o inox, mas na prática isso não chega a ser uma desvantagem relevante.

Por fim, essa também não é bivolt.

Prós

  • Alta capacidade
  • Compacta para a categoria
  • Prática de usar
  • Frost free
  • Painel digital
  • Boa relação custo-benefício

Contras

  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt

3° – Brastemp BRE57

Brastemp BRE57

A Brastemp BRE57 foi escolhida como a melhor geladeira inverse por nossa equipe.

Ela é bem construída, tem uma ótima capacidade e é frost free, ou seja, não é necessário degelar nunca.

Além disso ela tem um consumo bem razoável considerando o seu tamanho e sua capacidade de refrigeração.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 443 litros
  • Tipo: inverse
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 66 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 184 x 72,5 x 70,1 cm

Dos 443 litros de capacidade, 135 litros são para o freezer, quantidade bastante agradável e capaz de atender a maioria dos consumidores.

Os compartimentos e prateleiras são bem distribuídos e tornam o uso bem prático, além é claro do sistema inverse que acaba favorecendo a usabilidade do equipamento.

Alguns usuários reclamam do equipamento esquentar bastante na lateral, isso realmente acontece.

Mas por outro lado não chegar a ser um defeito, trata-se de uma característica do produto.

A própria fabricante informa no manual e indica alguns cuidados a serem tomados principalmente com crianças.

Fora isso, essa característica acaba não prejudicando o uso da geladeira de maneira geral.

Vale lembrar também que a BRE57 não é bivolt.

Prós

  • Boa capacidade
  • Ótima qualidade construtiva
  • Painel digital
  • Frost free
  • Prática de usar

Contras

  • Aquecimento externo
  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt

4° – Consul CRE44

Consul CRE44

Para quem busca por uma geladeira inverse mas quer investir um pouco menos, a Consul CRE44 é a nossa indicação.

Apesar de ter uma capacidade mediana, ela funciona muito bem e tem uma qualidade de construção condizente com o preço.

O acabamento é em evox e o design agrada bastante, passando a sensação de ser uma geladeira mais cara do que realmente é.

Porém vale lembrar que o evox é um material mais simples do que o inox que vemos em alguns outros modelos de refrigeradores.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 397 litros
  • Tipo: inverse
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 58 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 184,7 x 62,1 x 71,3 cm

O freezer tem capacidade de 112 litros, uma capacidade bem bacana.

Além de ter a vantagem de ser inverse ela também conta com prateleiras e compartimentos úteis e bem pensados, isso torna a usabilidade agradável.

Por fim, ressaltamos que a CRE44 não é bivolt.

Prós

  • Boa relação custo benefício
  • Painel digital
  • Frost free
  • Prática de usar

Contras

  • Capacidade mediana
  • Não é bivolt

5° – Brastemp BRE80

Brastemp BRE80
A Brastemp BRE80 entrou para o ranking por que uma geladeira inverse com uma capacidade gigantesca e custa menos que a maioria das concorrentes.
Em termos de espaço interno esse modelo ganha até mesmo de geladeiras side by side e french door.
Além disso ainda se torna prática de usar, já que o freezer fica na parte de baixo do produto.
Informações técnicas:

  • Capacidade: 573 litros
  • Tipo: inverse
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 68 KWh/mês

Não é preciso degelar já que trata de uma geladeira frost free e ela conta com um painel digital bem simples de utilizar.

O que não agrada

Sabemos que o design é uma questão de gosto, mas comparando com outros modelos do mercado acreditamos que essa fica um pouco para trás neste ponto.
As dimensões são elevadas e pode ficar difícil de encontrar lugar para ela na cozinha.
Ela também tem um consumo alto, mais que a maioria das concorrentes. Apesar de ter nota “A” no selo do INMETRO.
Ah! Não é bivolt!

Prós

  • Capacidade altíssima
  • Boa relação custo-benefício
  • Painel digital
  • Frost free
  • Prática de usar

Contras

  • Design ultrapassado
  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt

6° – Brastemp BRM57

Brastemp BRM57

No segmento dos modelos duplex escolhemos a BRM57 da Brastemp como a melhor opção

Ela é muito parecida com a terceira da lista, porém com o freezer em cima e com uma capacidade consideravelmente maior.

Também é frost free e não necessita de degelamento.

A construção é ótima e o design agrada a grande maioria dos consumidores.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 500 litros
  • Tipo: duplex
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 69 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 194 x 72,5 x 70,1 cm

Dos 500 litros de capacidade, 104 litros são para o freezer. É um freezer pequeno se compararmos com alguns modelos inverse até mesmo de menor capacidade geral.

Apesar de ter o selo “A” de eficiência energética do INMETRO o consumo é um pouco alto se comparado com outros modelos equivalentes.

A BRM57 não é bivolt.

Prós

  • Boa capacidade
  • Frost free
  • Painel digital

Contras

  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt

7° – Brastemp BRM44

Brastemp BRM44

A Brastemp BRM45 é nossa recomendação para quem busca uma geladeira duplex custo-benefício.

É um refrigerador de capacidade mediana porém com boa construção e recursos interessantes como o sistema frost free.

Pode ser encontrada em cinza ou em branco. Como de costume, o modelo na cor branca é consideravelmente mais barato, o que aumenta a relação custo-benefício.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 375 litros
  • Tipo: duplex
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 54 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 176 x 62,1 x 75,5 cm

É uma geladeira bastante profunda para sua categoria, isso pode dificultar o alcance de alguns itens além de influenciar bastante na disposição do eletrodoméstico na cozinha.
Dos 375 litros, 86 litros são do freezer. É um freezer relativamente pequeno, principalmente se você costuma congelar muitos alimentos.

Preste atenção na voltagem antes de comprar, ela não é bivolt.

Prós

  • Painel digital
  • Frost free
  • Boa relação custo-benefício

Contras

  • Capacidade mediana
  • Não é bivolt

8° – Consul CRD37

Consul CRD37

Para quem procura uma geladeira barata, pequena e econômica, porém não abre mão do freezer separado, a CRD37 da Consul pode ser o modelo ideal.

É um dos modelos duplex mais simples do mercado, mas entrega uma qualidade interessante considerando sua faixa de preço.

Ela não é frost free, porém utiliza o sistema cycle defrost que permite que o refrigerador seja descongelado apenas duas vezes por ano.

Esse sistema também deixa a CRD37 mais econômica em comparação com os modelos frost free do mesmo tamanho.

Características:

  • Capacidade: 334 litros
  • Tipo: duplex
  • Degelo: cycle defrost
  • Consumo: 43,5 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 166,9 x 60,3 x 63,4 cm

Dos 334 litros de capacidade, 76 litros são dedicados somente ao freezer. Um diferencial nesta faixa de preço.

E por fim, não é bivolt, tome cuidado na hora de fechar a compra!

Prós

  • Preço baixo
  • Baixo consumo de energia
  • Duplex

Contras

  • Capacidade relativamente baixa
  • Não é bivolt

9° – Consul CRA30

Consul CRA30

Nossa última recomendação é a Consul CRA30, ela atende bem quem busca por uma geladeira de baixo custo e não precisa de uma alta capacidade.

São apenas 261 litros de capacidade, por outro lado, o tamanho é reduzido fazendo com que a geladeira caiba em cozinhas menores.

Além disso, o consumo de energia elétrica é baixíssimo, apenas 23 KWh/mês, uma fração do que alguns modelos maiores gastam.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 261 litros
  • Tipo: simples
  • Degelo: seco
  • Consumo: 23 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 144 x 55 x 63,1 cm

A CRA30 acaba sendo uma boa opção de geladeira secundário, para quiosques ou até mesmo para apartamentos pequenos para aluguel.

Como principal ponto negativo temos o degelo seco. Apesar de ser melhor que o manual, ainda causa um pouco de transtorno, já que é necessário desocupar o equipamento para degelar de tempos em tempos.

O último ponto negativo você já deve imaginar, mas precisamos falar, ela não é bivolt.

Prós

  • Compacta
  • Preço baixo
  • Baixíssimo consumo de energia

Contras

  • Baixa capacidade
  • Degelo seco
  • Não é bivolt

Conclusão: qual a melhor geladeira?

Destacamos nesta matéria os modelos que recomendamos dentro das diferentes categorias do segmento de refrigeradores.

A melhor compra no geral segundo nossa análise é a Electrolux DM84X. É uma geladeira de alto nível, bonita e cheia de recursos.

Tudo isso sem custar um preço absurdo, não que seja barata, mas está mais próxima da realidade dos brasileiros que a maioria das concorrentes.

Brastemp BRO80 é forte concorrente da primeira colocada e consideramos ela uma boa compra também.

Na terceira posição está a Brastemp BRE57, a melhor geladeira inverse na opinião de nossa equipe.

Já a Consul CRE44 também é inverse, mas destacamos ela como um modelo de maior relação custo-benefício.

BRE80 da Brastemp entrou para o ranking por ser a geladeira de maior relação preço/capacidade.

Ela é ideal para quem precisa armazenar muita coisa e não quer gastar muito dinheiro.

Para quem procura a melhor geladeira duplex, a Brastemp BRM57 é nossa indicação no momento.

BRM44 entra como melhor duplex em termos de custo-benefício.

Por fim separamos dois modelos para quem quer gastar o mínimo possível.

Consul CRD37 para quem quer um modelo duplex e a Consul CRA30, muito básica porém a geladeira mais barata do mercado.