Notebooks

Se você pretende comprar um laptop já deve ter pensado: quais os melhores notebooks de 2021?

Com o avanço acelerado das tecnologias vinculadas a computação e a enxurrada de opções de laptops, cada vez fica mais difícil definir as melhores opções existentes no mercado.

Para ajudar a você escolher o melhor notebook, sem que você se sobrecarregue com a infinidade de alternativas, fizemos esse post com a lista dos melhores computadores portáteis disponíveis no mercado.

Melhores notebooks de 2021

1º – Dell XPS 13 XPS-9300-A30S Melhor Premium Confira o Preço
2º – Macbook Pro 16 Melhor Macbook Confira o Preço
3º – Lenovo YOGA S740 Melhor Premium Custo-Benefício Confira o Preço
4º – Lenovo Ideapad L340 81TR0002BR Melhor Gamer Custo-Benefício Confira o Preço
5º – Dell I15-5590-M20S Ótimo Premium Custo-Benefício Confira o Preço
6º – Lenovo S145 i5 8GB RAM 256GB SSD Melhor Custo-Benefício com SSD Confira o Preço
7º – Vaio FE14 i5 8BG 256SSD Custo-Benefício Full HD Confira o Preço
8º – Samsung X40 Custo-Benefício Samsung Confira o Preço
9º – Lenovo Ideapad S145 81S90005BR Bom Custo-Benefício Lenovo Confira o Preço
10º – Dell Inspiron 15 3000 i15 -3583-A05P Mais Barato da Dell Confira o Preço

1° – Dell XPS 13 XPS-9300-A30S

Tenho uma boa experiência com a Dell e isso com certeza reflete na minha opinião desse notebook de 13,4 polegadas.

Essa é a última atualização do Dell XPS 13, notebook que vem por anos sendo considerado um dos melhores computadores portáteis pela mídia especializada.

E não é por menos, esse notebook tem performance excepcional devido a sua configuração.

Agora ele usa um processador Intel i7 de décima geração, o i7-1065G7, que possui desempenho excepcional, apesar de um pouco menos poderoso que na última versão o i7-10710U.

Com 16GB de memória RAM e 1TB de SSD, agora ele possui ainda mais memória para muitas atividades concorrentes e bastante velocidade no momento de ligar o laptop.

Sua tela ficou 7% maior, diminuindo aquela borda mais grossa que ficava próxima ao teclado.

Outras mudanças que ocorreram nesse modelo foi o aumento do tamanho das teclas, sem que o notebook precisasse aumentar; e o touchpad que teve 17% de incremento em seu tamanho.

Mas a vantagem dele é ser veloz?

Esse Dell é um produto Premium, tudo em sua construção tem qualidade impecável.

O modelo que indico aqui é o de tela 4k Ultra HD (3840×2400) sensível ao toque, mas o XPS também apresenta modelos com tela Full HD e sem touch.

E seja qual for o modelo a tela IPS possui brilho de 500 nits, bem superior à média do mercado e superior a do modelo 2019.

O modelo atual pesa apenas 1,27 kg, apesar da tela ter aumentado.

E suas dimensões são mínimas, praticamente é uma tela de 13 polegadas em um laptop de 11 polegadas.

Sua bateria tem duração indicada pelo fabricante de até 18 horas nos modelos com tela Full HD e 12 horas no top de linha. Então se sua prioridade é bateria os modelos mais baratos também ficam mais tempo ligados longe da tomada.

A tela ainda apresenta bordas finíssimas, apenas 5,2mm, o que torna o design mais atraente e essa área útil maior também permite um porte bastante compacto para o ultrabook.

Por essas razões o XPS 13 da Dell continua sendo um dos melhores notebook a que temos acesso no Brasil.

Prós

  • Construção e design Premium
  • i7 de décima geração
  • Tela 4k Touch
  • Leve

Contras

  • Placa de vídeo integrada

2° – Macbook Pro 16

Quem já leu versões anteriores desse artigo sabem que sou fã do sistema operacional da Apple. Então tenho que fazer valer minha opinião colocando um Macbook nessa lista.

Quer saber notícias do meu velho Macbook Pro Retina de 15 comprado em 2012. Ainda está firme e forte, é com ele que estou escrevendo essa nova atualização do artigo.

Pois bem vamos falar do Macbook Pro de 16…

Sua bateria tem agora 100Wh, o máximo permitido para você carrega-lo dentro de um avião. Mais que isso você teria de deixa-lo em casa para viajar.

Seu touchpad é bem grande, e seu teclado aposenta o padrão borboleta, já que o teclado anterior foi alvo de críticas devido a sua fragilidade. Então essa mudança é muito bem-vinda!

A versão que indico agora é a mais poderosa do Macbook Pro 16, pois está com um “bom” valor

Sua tela além de ter resolução de 3072 x 1920 pixels, mas do que uma resolução Full HD, apresenta brilho de 500 nits, igual ao do nosso primeiro colocado.

Mesmo o som desse aparelho teve um tratamento especial, com woofers de cancelamento de força para reduzir a vibração.

Mas ele é rápido?

Sem dúvida, desde a versão i7, esse computador portátil é extremamente rápido.

Em modelos anteriores os i9 tinham desempenho inferior aos i7 com o decorrer do uso, devido o aquecimento do sistema. Esse problema não existe mais!

Se você comprar um modelo com um processador Intel i9, como o que indicamos, poderá fazer uso dessa performance extra.

A placa de vídeo dele uma Radeon Pro 5500M dá conta do recado caso você precise editar vídeos, imagens ou fazer modelagem 3D.

Com no mínimo 16GB de RAM e 1TB de SSD, você terá velocidade e armazenamento extremamente rápidos.

E como pontos negativos… é sempre tem um ponto negativo, além do preço a reparabilidade dele é baixa, já que seus componentes estão todos espremidos dentro da carcaça de alumínio.

As portas apresentadas no aparelho também aparecem cada vez em menor quantidade e apenas no formato USB-C compatível com Thunderbolt.

Prós

  • Sistema operacional macOS
  • Configuração poderosa, i9 e 1TB de SSD

Contras

  • Preço altíssimo
  • Peso alto

3° – Lenovo YOGA S740

Esse notebook tem vários elementos Premium, sua construção prima pela qualidade, sua performance é bastante alta e seu peso relativamente baixo.

Com corpo em alumínio ele passa a sensação de durabilidade superior, além de manter o peso do computador bem baixo, 1,45kg.

Em termos de performance ele vem com o processador Intel Core i7 de décima geração, o i7-1065G7, que tem muito bom desempenho. Aliás é o mesmo processador que o XPS 13, primeiro dessa nossa lista.

Além disso faz uso de 8GB de memória RAM e um SSD de 256GB do tipo M.2 PCIe, o que impacta, e muito, positivamente em termos de performance.

A tela é IPS (não terá problema de visibilidade da tela ao olhar pela laterais) de 14 polegadas e resolução Full HD.

Seu teclado é retroiluminado o que facilita quando você pretende trabalhar ou se divertir em ambientes mais escuros.

Com a Geforce MX 250 você pode até se divertir jogando eventualmente, é uma placa de vídeo de bom nível de desempenho.

A marca sugere que sua bateria pode durar até 14 horas fora da tomada, então você poderá usá-lo tranquilamente ao visitar clientes e em viagens.

É um notebook premium custo-benefício, não está no nível de XPS e Macbook, mas ainda é uma opção extremamente interessante.

De certa forma, tem até mais performance que o Dell XPS se levar em consideração a placa de vídeo que no Dell é integrada.

Boa pedida de um notebook profissional, mas que ainda apresenta qualidade construtiva e performance superior.

Alternativas ao S740 da Lenovo

Um concorrente que pode ser uma boa alternativa é o Asus Zenbook, a sua performance, peso e tamanho são semelhantes ao S740, e ele tem como diferencial um touchpad que também é uma pequena tela com atalhos.

Considero o S740 um notebook mais robusto por isso ele está na lista e o Zenbook não, mas dependendo do preço a opção do Asus pode ser bem interessante.

Outro que já indiquei bastante e ainda considero uma boa alternativa é o LG Gram, tem performance um pouco inferior mas é ainda mais leve que o Lenovo e o Asus, mesmo com tela maior.

Prós

  • Custo benefício Premium
  • i7 de décima geração
  • SSD de 256GB
  • Placa de vídeo Geforce MX 250
  • Menos de 1,5kg de peso

Contras

  • Tela de 14 polegadas

4° – Lenovo Ideapad L340 81TR0002BR

Se eu precisasse de um notebook apenas para jogar (para trabalhar prefiro os Macbooks) com certeza eu compraria esse Lenovo.

Ele tem a boa placa de vídeo Geforce GTX 1050, um processador i5 da Intel de alto desempenho e de nona geração, o 9300H; e 8GB de RAM.

Configuração gamer de extremo custo-benefício se você quer jogar. E apesar dele ter um propósito gamer, seu visual é sóbrio.

Mas ele foi feito só para jogar?

Devido a sua placa de vídeo e processador i5 de alto desempenho ele se torna a alternativa de melhor custo-benefício para ficar dentro do que pede a Adobe para alguns softwares como Photoshop e After Effects.

Se você trabalha com arquitetura e frequentemente renderiza seus projetos a mesma placa de vídeo vai acelerar significativamente o seu tempo de renderização.

E a tela Full HD o deixa exatamente dentro do que a Autodesk pede para rodar o AutoCAD.

Dessa forma, mesmo sendo um notebook “gamer” ele tem versatilidade e desempenho para ser uma ótima alternativa de notebook profissional para os segmentos de design, engenharia e arquitetura.

É claro, que por um pouco mais de R$5mil, você tem um HD de 1TB, ou seja não tem um SSD.

Seu teclado apresenta retroiluminação de cor azul. E para manter a performance mesmo após horas de jogos possui 2 coolers e 4 saídas de ar.

É a melhor opção gamer/profissional para quem tem um bom dinheirinho mas não quer esbanjar.

Prós

  • Ótimo custo-benefício para jogos
  • GTX 1050, boa performance para jogos
  • Bom processador (i5-9300H)

Contras

  • Não possui SSD

5° – Dell I15-5590-M20S

A linha 5590 da Dell, assim como os Yoga da Lenovo, está um patamar acima da maioria dos notebooks da marca, mas também não é um top de linha. É um premium custo-benefício.

Com performance muito parecida com o do Lenovo ele só ficou atrás do seu concorrente por apresentar peso um pouco superior, 1,64 kg. E por seu processador, apesar de ser um i7, ter desempenho um pouco inferior ao i5 do Yoga S740.

Mas não pense que ele é ruim não, na verdade coloquei ele aqui porque é muito bom. Contudo dependendo do preço que está no mercado é melhor comprar o Dell, dependendo é melhor comprar o Lenovo. Cabe a você decidir!

O processador é um i7 de décima geração, i7-10510U, que em conjunto com a Geforce MX 250 permite performance o suficiente para jogar alguns jogos pesados.

Sua tela é IPS de 15.6 polegadas e apresenta resolução de 1920 x 1080 (Full HD).

O SSD de 256GB é um M.2 PCIe e de memória RAM tem 8GB. Características que garantem bom desempenho.

A bateria é um pouco inferior à do Lenovo, mas permite algumas boas horas longe da tomada.

É um bom notebook profissional, leve em consideração o preço para escolher ele ou o concorrente.

Prós

  • Premium com preço razoável
  • i7 de décima geração
  • Placa de vídeo MX 250
  • SSD de 256GB
  • Tela de 15,6 polegadas

Contras

  • Peso um pouco maior que o do S740 da Lenovo

6° – Lenovo S145 i5 8GB RAM 256GB SSD

Lenovo S145

Esse é um dos modelos dos notebooks mais vendidos na Amazon atualmente, o Lenovo S145 81S9000LBR.

Com processador Intel i5 8265U de oitava geração e 8GB de memória RAM ele apresenta um desempenho acima da média.

O grande diferencial desse modelo em específico é o armazenamento SSD de 256GB. Essa característica permite que ele carregue o windows mais rápido, além de carregar arquivos e abrir programas mais rapidamente.

Antes indicávamos o modelo com mais memória aqui, mas esse modelo, com um pouco menos de memória RAM e com o armazenamento SSD, é uma opção mais veloz e robusta (os HDs estão mais sujeitos a dar problema dado a sua tecnologia).

A tela dele tem resolução HD (1280×720), inferior as telas dos notebooks premium. Contudo, é uma tela de padrão similar aos outros notebooks da mesma faixa de preço. Para uma tela melhor que esta, e mantendo uma placa de vídeo dedicada, você precisa gastar pelo menos R$800 a mais.

A placa de vídeo MX 110 permite que você jogue um bom número de jogos (Minecraft, Fortnite, The Sims 4, LOL, etc…), ou que seu filho jogue quando você emprestá-lo.

Se você pretende usar para trabalhos de arquitetura ou engenharia ele pode ser uma opção barata para essa finalidade.

Mas veja bem, por ele ter resolução 1366x768px você não estará cumprindo com o mínimo pedido pelo AutoCad (eles pedem 1920×1080 desde a versão 2019). Ainda assim tenho amigos arquitetos que usam o AutoCAD nessa mesma resolução sem qualquer problema.

Se você pretende usar Photoshop também conseguirá utilizá-lo, mas novamente para cumprir com o mínimo que a Adobe pede você precisa optar pelo Lenovo L340.

É uma ótima opção custo-benefício para trabalho, estudo e jogos, desde que os jogos não sejam tão pesados.

Prós

  • 256GB de SSD: deixa o notebook mais rápido
  • GEFORCE MX 110: boa performance gráfica
  • i5 de oitava-geração: boa performance
  • 8GB de RAM: bom número de softwares abertos simultaneamente

Contras

  • Bateria de 35Wh: duração máxima de 3 horas longe da tomada
  • Camera de 0.3MP: imagem de pouca qualidade para quem vê você

7° – Vaio FE14 i5 8BG 256SSD

Vaio FE14 i5 8GB 256SSD

Esse Vaio tem performance similar ao S145 acima na maioria das tarefas diárias. O que é muito bom!

Ele possui resolução Full HD, isso é uma grande vantagem, mas o tamanho reduzido da tela (14 polegadas) e a falta de placa gráfica dedicada acaba tornando ele uma escolha ruim para utilizar o AutoCAD ou pacote Adobe.

Apesar da tela ser Full HD ela utiliza tecnologia TN (a visibilidade da tela ao se olhar pela lateral é prejudicada), mas é a mesma usada em outros notebooks da mesma faixa de preço. Não tira o mérito da resolução superior de imagem.

A tela de 14 polegadas apesar de ser uma desvantagem para alguns casos, pode ser muito útil caso você leve o notebook para todo lugar. Ele tem dimensões reduzidas e é mais leve que os notebooks de preço próximo (1,55kg).

Possui 8GB de memória RAM e 256GB de armazenamento SSD. A memória é o padrão para esse valor, mas o SSD acaba sendo mais uma vantagem desse notebook, já que essa tecnologia deixa o notebook mais rápido e com menor consumo de energia.

Por falar em energia, a fabricante promete até 7 horas de autonomia da bateria longe da tomada, espere bem menos com um uso intenso. Ainda assim é uma bateria com duração superior aos concorrentes.

A marca do notebook é Vaio, mas a operação da marca aqui no Brasil é feita pela Positivo, muitos podem torcer o nariz por isso. Mas não pense que você verá qualidade inferior nesse notebook, pelo contrário, ele se equipara aos Lenovo, Acer, Samsung e Vaio na minha opinião.

Ele tem performance de sobra para tarefas de escritório ou para assistir filmes e séries (e em Full HD).

Se você procura um notebook rápido, leve, com boa resolução de imagem e com custo abaixo dos R$4000 esse é a única opção.

Prós

  • Tela Full HD: um dos poucos por menos de R$4000
  • 256GB de SSD: rápido para boa parte das tarefas
  • Leve: pesa 1,55kg
  • i5 de oitava-geração: boa performance

Contras

  • Sem placa de vídeo dedicada: ruim para jogos e softwares 3d
  • Sem teclado numérico

8° – Samsung X40

Esse Samsung é concorrente direto do Lenovo acima, a única diferença é o processador ligeiramente mais rápido!

O motivo para colocá-lo aqui é para você ter uma alternativa de compra com um leve benefício na velocidade.

Normalmente o Samsung é mais caro que o Lenovo S145, e considero o Lenovo um pouco melhor que o Samsung.

São muito próximos em qualidade também, apesar de eu achar que a qualidade construtiva do Lenovo seja superior.

O X40 possui um processador i5 10210U, 8GB de RAM, e 1TB de HD. Configuração básica mas boa!

Também conta com a placa de vídeo Geforce MX 110, o que permitirá que uma boa quantidade de jogos possa ser jogada.

Minecraft, The Sim 4 são exemplos de jogos populares que funcionam bem nesse notebook.

Ele tem 100gr a mais que o Lenovo, o que não afetará a portabilidade do notebook, mas já demonstra a diferença entre a qualidade de construção.

E se você vai usar para estudar, editar planilhas e textos ele é muito bom. Fica na medida certa entre o que precisa e preço.

Prós

  • Bom desempenho
  • Ligeiramente menor e mais leve que os concorrentes diretos

Contras

  • Placa de vídeo um pouco inferior aos concorrentes diretos

9° – Lenovo Ideapad S145 81S90005BR

Lenovo Ideapad S145 81S90005BR

Esse não é o mais barato S145, existe uma versão com processador Celeron. Mas a diferença de preço faz com que esse modelo, com processador i5 de oitava geração seja uma opção melhor.

Ele não tem placa de vídeo dedicada, então não pense nele em um notebook que possa ser usado em muitos jogos atuais (mas pode funcionar em resolução baixa).

Ele tem 8GB de RAM e 1TB de HD, novamente dados básicos mas suficientes para estudo e trabalho.

Pesa 1,85 kg, não é dos mais leves, mas se você tem ou teve notebooks mais antigos, vai achar levíssimo.

A qualidade construtiva dele é boa e esse é um dos motivos pelos quais recomendo bastante esse modelo de notebook.

É uma opção muito boa para estudar ou para trabalhar. Para essas funções vale a pena!

Prós

  • Ótima performance geral
  • Boa relação custo benefício

Contras

  • Sem placa de vídeo dedicada
  • Baixa autonomia de bateria

10° – Dell Inspiron 15 3000 i15 -3583-A05P

Minha indicação desse notebook é para quem precisa em especial manter o orçamento e gastar até R$2500,00 em um notebook.

Esse modelo do Dell Inspiron 15 é um bom notebook básico. Serve bem para estudos e trabalho com editores de textos e planilhas.

Então é o mínimo para você poder executar trabalho de escritório; ou estudar EAD ou fazer pesquisas para escola e faculdade.

Você também consegue se divertir assistindo filmes, séries e Youtube. Ouvir músicas e jogar joguinhos bem básicos também não são problemas.

Mas não espere muito dele… O maior problema está em você abrir muitas coisas ao mesmo tempo: muitas janelas do Chrome ou vários softwares ao mesmo tempo. Ele vai apresentar lentidão nesses casos.

Planilhas muito grandes ou documentos word carregados com imagens também pode ser um problema.

Mas ele é um notebook bom?

Para o preço dele é um ótimo notebook! Por isso consta aqui como nossa indicação.

Ele tem um processador Pentium Gold, bem superior a maioria dos Celeron que você encontra em notebooks de preço semelhante.

Ele possui 4GB de memória RAM e 500GB de HD, bem básico, mas suficiente para os casos que citei acima.

Ele pesa em torno de 2kg, não é um notebook leve, mas também não chega a ser um problema caso você queira carregá-lo eventualmente.

A tela é TN (não tem boa visibilidade lateral), que é igual aos competidores e a resolução é HD, suficiente para assistir filmes e séries se você não for muito exigente em qualidade de imagem.

Para aqueles que, assim como eu, já tiveram Dell e tiveram boas experiências, ele é uma boa alternativa de ótimo custo-benefício.

É o notebook mais barato a venda hoje da Dell!

Prós

  • Barato
  • Pentium Gold

Contras

  • Desempenho Básico

 

Geladeiras

Vasculhamos o mercado e destacamos os melhores modelos de geladeiras disponíveis atualmente. Veja a matéria completa e acerte na compra!

Melhores Geladeiras 2021

1º – Electrolux DM84X Melhor geladeira Confira o Preço
2º – Brastemp BRO80 Outra ótima opção Confira o Preço
3º – Brastemp BRE57 Melhor geladeira inverse Confira o Preço
4º – Consul CRE44 Inverse custo-benefício Confira o Preço
5º – Brastemp BRE80 Melhor relação preço/capacidade Confira o Preço
6º – Brastemp BRM57 Melhor geladeira duplex Confira o Preço
7º – Brastemp BRM44 Duplex custo-benefício Confira o Preço
8º – Consul CRD37 Duplex baixo custo Confira o Preço
9º – Consul CRA30 A mais barata Confira o Preço

Como escolher a melhor geladeira para você?

Primeiro, sugerimos que você defina o orçamento! Só você vai saber qual geladeira tem o melhor preço dentro das suas condições.
Depois, para fazer a compra do melhor refrigerador no seu caso, recomendamos que você preste atenção em alguns quesitos técnicos dos modelos considerados.
Vamos falar um pouco sobre cada um deles agora!

Qual a melhor marca de geladeira?

Na verdade não há a melhor marca de refrigerador, mas existem algumas fabricantes que possuem mais credibilidade na produção desse tipo de produto.
Samsung, Electrolux, Brastemp, Consul e até mesmo Panasonic são algumas dessas marcas.
Claro que isso não quer dizer que não existe risco de você ter problemas ao comprar uma geladeira de alguma dessas fabricantes.
Mas certamente o esse risco é menor adquirindo o produto de uma marca com maior renome.

1° – Electrolux DM84X

Electrolux DM84X

A DM84X da Electrolux é nossa escolha de melhor compra geral no segmento de geladeiras.

Ela tem uma capacidade altíssima, diversos recursos tecnológicos e uma ótima relação custo-benefício.

Não podemos dizer que é barata, mas comparando com as concorrentes com os mesmo recursos, ela apresenta um custo mais baixo.

Detalhes técnicos:

  • Capacidade: 579 litros
  • Tipo: french door
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 75 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 190 x 83,5 x 79,5 cm

Em termos de design ela até agrada, mas fica um pouco atrás de modelos equivalentes de outras marcas. De qualquer forma, considerando o preço, isso é mais que justo.

Também vale ressaltar que essa geladeira é em inox, diferente de alguns concorrentes que são em evox, um metal mais simples com um revestimento protetivo.

Não há nenhuma grande diferença em termos de durabilidade, por outro lado é um fato que o inox é um material mais “nobre” que o evox.

A disposição das portas e divisões também trazem bastante praticidade e conforto no uso diário do eletrodoméstico.

Pontos negativos

Ela ocupa bastante espaço, mas isso é comum nas geladeiras desta categoria.

Por outro lado, além de grande, essa aqui também é mais profunda que as concorrentes.

Isso pode interferir um pouco no uso, além de não se adequar ao móvel da cozinha de alguns consumidores.

Esse modelo não dispõe dos dispensers de água gelada e gelo como na maioria desse tipo.

Outro quesito que desagrada um pouco é o consumo, apesar de se enquadrar na categoria “A” no INMETRO. Ela gasta consideravelmente mais energia que as concorrentes.

Não é bivolt, é preciso cuidar no momento da compra.

Prós

  • Altíssima capacidade
  • Ótima relação custo-benefício
  • Prática de usar
  • Painel digital
  • Frost free

Contras

  • Mais profunda que a média
  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt
  • Sem dispensers de água e gelo

2° – Brastemp BRO80

Brastemp BRO80

A BRO80 da Brastemp também se destaca por ser um modelo french door porém com um custo mais realista, já que vemos outros modelos desse tipo custando mais de R$10 mil.

Em comparação com a primeira da lista, essa aqui tem algumas vantagens e algumas desvantagens.

Ela gasta menos energia, é mais compacta e um pouco mais bonita. Por outro lado, a capacidade é menor e o preço um pouco mais alto no geral.

Características:

  • Capacidade: 540 litros
  • Tipo: french door
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 72,7 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 185,9 x 82,9 x 75 cm

Um diferencial interessante é a função chamada de “ice maker”. Com ela o freezer produz 12 bandejas de gelo sem precisar abastecer.

O que não agrada

Como de costume é importante ressaltar que trata-se de um equipamento bem grande, apesar de se destacar na categoria como um dos mais compactos.

O consumo também é um pouco alto, mesmo com o selo “A” no INMETRO.

E diferente da primeira da lista, a BRO80 é construída em evox, um metal mais simples que o inox, mas na prática isso não chega a ser uma desvantagem relevante.

Por fim, essa também não é bivolt.

Prós

  • Alta capacidade
  • Compacta para a categoria
  • Prática de usar
  • Frost free
  • Painel digital
  • Boa relação custo-benefício

Contras

  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt

3° – Brastemp BRE57

Brastemp BRE57

A Brastemp BRE57 foi escolhida como a melhor geladeira inverse por nossa equipe.

Ela é bem construída, tem uma ótima capacidade e é frost free, ou seja, não é necessário degelar nunca.

Além disso ela tem um consumo bem razoável considerando o seu tamanho e sua capacidade de refrigeração.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 443 litros
  • Tipo: inverse
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 66 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 184 x 72,5 x 70,1 cm

Dos 443 litros de capacidade, 135 litros são para o freezer, quantidade bastante agradável e capaz de atender a maioria dos consumidores.

Os compartimentos e prateleiras são bem distribuídos e tornam o uso bem prático, além é claro do sistema inverse que acaba favorecendo a usabilidade do equipamento.

Alguns usuários reclamam do equipamento esquentar bastante na lateral, isso realmente acontece.

Mas por outro lado não chegar a ser um defeito, trata-se de uma característica do produto.

A própria fabricante informa no manual e indica alguns cuidados a serem tomados principalmente com crianças.

Fora isso, essa característica acaba não prejudicando o uso da geladeira de maneira geral.

Vale lembrar também que a BRE57 não é bivolt.

Prós

  • Boa capacidade
  • Ótima qualidade construtiva
  • Painel digital
  • Frost free
  • Prática de usar

Contras

  • Aquecimento externo
  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt

4° – Consul CRE44

Consul CRE44

Para quem busca por uma geladeira inverse mas quer investir um pouco menos, a Consul CRE44 é a nossa indicação.

Apesar de ter uma capacidade mediana, ela funciona muito bem e tem uma qualidade de construção condizente com o preço.

O acabamento é em evox e o design agrada bastante, passando a sensação de ser uma geladeira mais cara do que realmente é.

Porém vale lembrar que o evox é um material mais simples do que o inox que vemos em alguns outros modelos de refrigeradores.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 397 litros
  • Tipo: inverse
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 58 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 184,7 x 62,1 x 71,3 cm

O freezer tem capacidade de 112 litros, uma capacidade bem bacana.

Além de ter a vantagem de ser inverse ela também conta com prateleiras e compartimentos úteis e bem pensados, isso torna a usabilidade agradável.

Por fim, ressaltamos que a CRE44 não é bivolt.

Prós

  • Boa relação custo benefício
  • Painel digital
  • Frost free
  • Prática de usar

Contras

  • Capacidade mediana
  • Não é bivolt

5° – Brastemp BRE80

Brastemp BRE80
A Brastemp BRE80 entrou para o ranking por que uma geladeira inverse com uma capacidade gigantesca e custa menos que a maioria das concorrentes.
Em termos de espaço interno esse modelo ganha até mesmo de geladeiras side by side e french door.
Além disso ainda se torna prática de usar, já que o freezer fica na parte de baixo do produto.
Informações técnicas:

  • Capacidade: 573 litros
  • Tipo: inverse
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 68 KWh/mês

Não é preciso degelar já que trata de uma geladeira frost free e ela conta com um painel digital bem simples de utilizar.

O que não agrada

Sabemos que o design é uma questão de gosto, mas comparando com outros modelos do mercado acreditamos que essa fica um pouco para trás neste ponto.
As dimensões são elevadas e pode ficar difícil de encontrar lugar para ela na cozinha.
Ela também tem um consumo alto, mais que a maioria das concorrentes. Apesar de ter nota “A” no selo do INMETRO.
Ah! Não é bivolt!

Prós

  • Capacidade altíssima
  • Boa relação custo-benefício
  • Painel digital
  • Frost free
  • Prática de usar

Contras

  • Design ultrapassado
  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt

6° – Brastemp BRM57

Brastemp BRM57

No segmento dos modelos duplex escolhemos a BRM57 da Brastemp como a melhor opção

Ela é muito parecida com a terceira da lista, porém com o freezer em cima e com uma capacidade consideravelmente maior.

Também é frost free e não necessita de degelamento.

A construção é ótima e o design agrada a grande maioria dos consumidores.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 500 litros
  • Tipo: duplex
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 69 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 194 x 72,5 x 70,1 cm

Dos 500 litros de capacidade, 104 litros são para o freezer. É um freezer pequeno se compararmos com alguns modelos inverse até mesmo de menor capacidade geral.

Apesar de ter o selo “A” de eficiência energética do INMETRO o consumo é um pouco alto se comparado com outros modelos equivalentes.

A BRM57 não é bivolt.

Prós

  • Boa capacidade
  • Frost free
  • Painel digital

Contras

  • Consumo relativamente alto
  • Não é bivolt

7° – Brastemp BRM44

Brastemp BRM44

A Brastemp BRM45 é nossa recomendação para quem busca uma geladeira duplex custo-benefício.

É um refrigerador de capacidade mediana porém com boa construção e recursos interessantes como o sistema frost free.

Pode ser encontrada em cinza ou em branco. Como de costume, o modelo na cor branca é consideravelmente mais barato, o que aumenta a relação custo-benefício.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 375 litros
  • Tipo: duplex
  • Degelo: frost free
  • Consumo: 54 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 176 x 62,1 x 75,5 cm

É uma geladeira bastante profunda para sua categoria, isso pode dificultar o alcance de alguns itens além de influenciar bastante na disposição do eletrodoméstico na cozinha.
Dos 375 litros, 86 litros são do freezer. É um freezer relativamente pequeno, principalmente se você costuma congelar muitos alimentos.

Preste atenção na voltagem antes de comprar, ela não é bivolt.

Prós

  • Painel digital
  • Frost free
  • Boa relação custo-benefício

Contras

  • Capacidade mediana
  • Não é bivolt

8° – Consul CRD37

Consul CRD37

Para quem procura uma geladeira barata, pequena e econômica, porém não abre mão do freezer separado, a CRD37 da Consul pode ser o modelo ideal.

É um dos modelos duplex mais simples do mercado, mas entrega uma qualidade interessante considerando sua faixa de preço.

Ela não é frost free, porém utiliza o sistema cycle defrost que permite que o refrigerador seja descongelado apenas duas vezes por ano.

Esse sistema também deixa a CRD37 mais econômica em comparação com os modelos frost free do mesmo tamanho.

Características:

  • Capacidade: 334 litros
  • Tipo: duplex
  • Degelo: cycle defrost
  • Consumo: 43,5 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 166,9 x 60,3 x 63,4 cm

Dos 334 litros de capacidade, 76 litros são dedicados somente ao freezer. Um diferencial nesta faixa de preço.

E por fim, não é bivolt, tome cuidado na hora de fechar a compra!

Prós

  • Preço baixo
  • Baixo consumo de energia
  • Duplex

Contras

  • Capacidade relativamente baixa
  • Não é bivolt

9° – Consul CRA30

Consul CRA30

Nossa última recomendação é a Consul CRA30, ela atende bem quem busca por uma geladeira de baixo custo e não precisa de uma alta capacidade.

São apenas 261 litros de capacidade, por outro lado, o tamanho é reduzido fazendo com que a geladeira caiba em cozinhas menores.

Além disso, o consumo de energia elétrica é baixíssimo, apenas 23 KWh/mês, uma fração do que alguns modelos maiores gastam.

Informações técnicas:

  • Capacidade: 261 litros
  • Tipo: simples
  • Degelo: seco
  • Consumo: 23 KWh/mês
  • Dimensões (A x L x P): 144 x 55 x 63,1 cm

A CRA30 acaba sendo uma boa opção de geladeira secundário, para quiosques ou até mesmo para apartamentos pequenos para aluguel.

Como principal ponto negativo temos o degelo seco. Apesar de ser melhor que o manual, ainda causa um pouco de transtorno, já que é necessário desocupar o equipamento para degelar de tempos em tempos.

O último ponto negativo você já deve imaginar, mas precisamos falar, ela não é bivolt.

Prós

  • Compacta
  • Preço baixo
  • Baixíssimo consumo de energia

Contras

  • Baixa capacidade
  • Degelo seco
  • Não é bivolt

Conclusão: qual a melhor geladeira?

Destacamos nesta matéria os modelos que recomendamos dentro das diferentes categorias do segmento de refrigeradores.

A melhor compra no geral segundo nossa análise é a Electrolux DM84X. É uma geladeira de alto nível, bonita e cheia de recursos.

Tudo isso sem custar um preço absurdo, não que seja barata, mas está mais próxima da realidade dos brasileiros que a maioria das concorrentes.

Brastemp BRO80 é forte concorrente da primeira colocada e consideramos ela uma boa compra também.

Na terceira posição está a Brastemp BRE57, a melhor geladeira inverse na opinião de nossa equipe.

Já a Consul CRE44 também é inverse, mas destacamos ela como um modelo de maior relação custo-benefício.

BRE80 da Brastemp entrou para o ranking por ser a geladeira de maior relação preço/capacidade.

Ela é ideal para quem precisa armazenar muita coisa e não quer gastar muito dinheiro.

Para quem procura a melhor geladeira duplex, a Brastemp BRM57 é nossa indicação no momento.

BRM44 entra como melhor duplex em termos de custo-benefício.

Por fim separamos dois modelos para quem quer gastar o mínimo possível.

Consul CRD37 para quem quer um modelo duplex e a Consul CRA30, muito básica porém a geladeira mais barata do mercado.

error: Não é possível copiar.