Condicionadores Veganos

Melhores Condicionadores de Cabelo Veganos

Usar um bom condicionador é importante para manter os cabelos macios e tratados após a lavagem. Além de um bom produto, muitas pessoas, preocupadas com um consumo mais sustentável, estão optando usar condicionadores veganos. Esses produtos não usam ingredientes de origem animal e nem testam em animais.

O melhor é que marcas como a Salon Line, Lola Cosmetics e Inoar já oferecem ótimos produtos veganos. São tantas opções que pode ser difícil escolher, por isso, preparamos um guia com dicas e um ranking com os 10 melhores condicionadores veganos. Confira e escolha o seu!

Melhores Condicionadores Veganos para Comprar em 2021

1º – Condicionador Maria Natureza Festival das Flores Deixa os Cabelos Sedosos e com Muito Brilho Mostrar preço
2º – Condicionador Morte Súbita Recupera a Hidratação e a Vida do Seu Cabelo Mostrar preço
3º – Condicionador Smooth and Serene Cabelos Nutridos de Maneira Consciente Mostrar preço
4º – Condicionador Cicatrifios Plástica Capilar O Condicionador que Vai Renovar o Seu Cabelo Mostrar preço
5º – Condicionador Amo Cachos Cuidado Especial para Todos os Tipos de Cachos Mostrar preço
6º – Condicionador Hidratação Suave Trata o Seu Cabelo de Forma Natural Mostrar preço
7º – Condicionador Vou de Coco Ótimo Aliado para a Saúde e a Beleza dos Cabelos Mostrar preço
8º – Condicionador Afro Vegan Cuidado Diário e Eficaz para Cabelos Afros Mostrar preço
9º – Condicionador Meu Liso Muito + Liso Deixa o Cabelo Nutrido e Extremamente Liso Mostrar preço
10º – Condicionador Bonita por Natureza Super Concentrado Cachos Leves e Definidos por Mais Tempo Mostrar preço

O que é Condicionador Vegano?

O que é Condicionador Vegano?

Um condicionador vegano é aquele que não contêm ingredientes de origem animal em sua composição, como colágeno, cera de abelha, mel e leite. Além disso, para ser considerado realmente um produto vegano, é importante que ele seja classificado como cruelty-free, ou seja, não testado em animais.

No entanto, muitas marcas que utilizam o termo vegano possuem processos produtivos que podem envolver esses testes. Por isso, nem todo condicionador vegano é cruelty-free. Fique de olho nos selos da embalagem para um consumo que reduz o impacto ambiental e com menos exploração animal.

Outra vantagem é que a maioria dos cosméticos veganos tende a ter composições mais naturais. Embora isso não seja uma regra, já que é possível produzir formulações totalmente sintéticas e veganas, a tendência é que ele traga ativos menos agressivos. Para ter certeza, confira sempre o rótulo!

Qual a Diferença Entre Condicionador Vegano, Natural e Orgânico?

Qual a Diferença Entre Condicionador Vegano, Natural e Orgânico?

É comum algumas pessoas pensarem que por ser vegano, o condicionador é natural. Mas é totalmente possível um produto ser vegano e ter em sua composição apenas ingredientes artificiais. Já os condicionadores naturais são livres de aditivos químicos, como corantes e fragrâncias sintéticas e silicones.

Os produtos naturais utilizam ingredientes extraídos da natureza em sua composição. Podem tanto ser ingredientes vegetais, como extratos e óleos de frutas e plantas, quanto os de origem animal, como mel e leite, proibidos nas formulações veganas.

O condicionador orgânico também é feito com ingredientes naturais, mas obrigatoriamente livres de agrotóxicos, fertilizantes e outros produtos químicos. Toda a cadeia de produção desses ingredientes também tem responsabilidade social, privilegiando pequenos produtores.

Como Escolher o Melhor Condicionador Vegano

Com o aumento da busca por produtos sustentáveis, estão surgindo mais opções de condicionadores veganos. Pode ser confuso escolher entre tantos produtos, mas não se preocupe! Separamos os principais aspectos que você deve considerar na hora de escolher o condicionador vegano ideal!

Confirme se o Condicionador Vegano é Cruelty-Free

Confirme se o Condicionador Vegano é Cruelty-Free

Como já comentamos acima, o termo “vegano” quando usado em cosméticos é, por definição, o que não utiliza produtos de origem animal em sua formulação, além de não testar em animais. Mas, infelizmente, alguns fabricantes usam o termo mesmo não cumprindo esses preceitos.

A crescente popularidade dos cosméticos veganos abriu espaço para que algumas empresas classifiquem seus produtos dessa forma apenas por terem fórmulas livres de ingredientes de origem animal, sem cumprir a necessidade de não usar animais em testes. Por isso, confira se o produto tem o selo de cruelty-free!

Escolha de Acordo com o Benefício Prometido

Escolha de Acordo com o Benefício Prometido

A primeira coisa que você deve pensar na hora de escolher um condicionador vegano é qual benefício ele oferece ao cabelo. Existem diferentes composições, que usam os mais variados ativos. Cada um é responsável por tratar uma determinada necessidade dos fios. Veja a seguir mais detalhes:

  • Hidratação: indicado para cabelos ressecados, opacos e sem vida. Deve ajudar a repor a água e os nutrientes. Contém ativos hidratantes como o coco, o pantenol, aloe vera, óleos vegetais e extrato de flores.
  • Nutrição: cabelos com muito frizz, porosos e ressecados, indicam perda de nutrientes. É preciso repor os lipídeos dos fios. Deve ter ativos como óleos de argan e de coco, manteiga de Karité, aminoácidos e proteínas vegetais.
  • Reparação: cabelos danificados, quebradiços e elásticos, precisam ter a estrutura reconstruída. Por isso, o condicionador deve ter ativos como creatina, colágeno vegetal, proteína vegetal, como a do trigo, e aminoácidos.

Esses são os benefícios mais comuns oferecidos pelos condicionadores veganos. Na hora de escolher, preste atenção na necessidade dos seus fios, e opte por um que ofereça o tratamento adequado, para deixá-los saudáveis e bonitos.

Prefira um Condicionador Indicado para o Seu Tipo de Cabelo

Prefira um Condicionador Indicado para o Seu Tipo de Cabelo

Os cabelos podem ser divididos em 4 grupos principais: os cacheados, crespos, ondulados e os lisos. Cada um tem uma necessidade específica, por isso, para garantir um melhor resultado, é preciso escolher o condicionador com a formulação adequada para essas particularidades.

Os cabelos lisos, por exemplo, tendem a ser mais oleosos, então o condicionador não deve conter ingredientes como óleos e manteigas. Já a curvatura dos fios cacheados e crespos impede que a oleosidade da raiz chegue às pontas, por isso, são mais secos e precisam de mais hidratação.

Considere Condicionadores Veganos Livres de Ingredientes Nocivos

Considere Condicionadores Veganos Livres de Ingredientes Nocivos

A composição dos cosméticos ganha cada vez mais a atenção dos consumidores. Além de veganos, os condicionadores podem trazer fórmulas mais suaves, e a preferência é por produtos livres de aditivos químicos que agridem os fios e o couro cabeludo. Veja quais são:

  • Parabenos: são conservantes que impedem a proliferação de fungos e bactérias. No entanto, podem causar alergia e há estudos que mostram relação da substância com o surgimento do câncer, principalmente o de mama.
  • Sulfato: no condicionador tem a função de emulsificar. Ele retira a oleosidade dos fios e do couro cabeludo de forma agressiva. Por isso, pode ressecar o cabelo, deixar a pele sensível e causar alergias.
  • Petrolatos: os mais utilizados são óleo mineral e parafina. É derivado do petróleo, cria uma barreira na área aplicada, evitando a perda de umidade. Pode ser tóxico e alergênico, e quando não refinado corretamente, pode ser cancerígeno.
  • Silicone: forma uma película no cabelo, deixando-o mais suave, com brilho e com menos frizz. No entanto, é um tipo de petrolato, e se for insolúvel pode acumular nos fios, sendo necessário um shampoo com sulfato, que danifica o cabelo, para retirá-lo.
  • Sal: o cloreto de sódio, ou sal, é utilizado para dar mais volume e consistência ao condicionador. Embora não traga prejuízos graves aos fios, pode contribuir para ressecar os cabelos.
  • Ftalatos: ajudam a melhorar a textura do produto e a fixar a fragrância. Está associado à aparição de alergias, desregulação hormonal e incidência de câncer.
  • Corantes: potencialmente alergênico, os corantes sintéticos podem causar irritações, coceiras e descamações no couro cabeludo, principalmente em quem tem pele sensível.

Pessoas quem preferem opções mais naturais devem optar por condicionadores livres dessas substâncias. Isso é importante principalmente para quem segue uma rotina low poo, no poo e co wash. Para saber mais sobre low poo, veja o próximo tópico!

Verifique se o Condicionador Vegano é Liberado para Low Poo

Verifique se o Condicionador Vegano é Liberado para Low Poo

Está cada vez mais cresce o número de pessoas que busca cuidar dos cabelos de forma mais saudável. Seguindo essa tendência, surgem os shampoos e condicionadores low poo. Em tradução livre, “pouco shampoo”, essa técnica utiliza produtos livres de sulfatos agressivos, petrolatos e silicones insolúveis.

Se você simpatiza com a ideia, a boa notícia é que cada vez mais empresas apostam nesse tipo de produto. Para saber se seu condicionador vegano é liberado para low poo, basta conferir o rótulo. A informação geralmente está em destaque, muitas vezes apenas com a palavra “liberado”.

Pense no Custo-Benefício Quando Escolher o Tamanho da Embalagem

Pense no Custo-Benefício Quando Escolher o Tamanho da Embalagem

A maioria dos condicionadores veganos são encontrados em embalagens de 250 a 500 ml. Para escolher, você deve pensar na frequência com que irá usar o produto e optar pelo melhor custo-benefício. Para o uso diário, o ideal são as embalagens acima de 400 ml, que vão durar mais.

Você pretende alternar com outros condicionadores? Então, pode optar por uma versão menor. O mesmo vale para quem deseja testar o produto e ver se o cabelo se adapta a ele. Assim, você não corre o risco desperdiçar caso não goste. Afinal, estamos falando de consumo consciente!

1° – Condicionador Maria Natureza Festival das Flores

Condicionador Maria Natureza Festival das Flores

Cruelty-free Sim
Benefício Hidratação
Ativos Híbisco, flor de lótus e jasmin
Tipo de Cabelo Todos
Livre de Parabenos, sulfato, petrolatos, silicone e ftalatos
Low Poo Sim
Volume 350 ml

2° – Condicionador Morte Súbita

Condicionador Morte Súbita

Cruelty-free Sim
Benefício Hidratação
Ativos Aloe vera, óleo de coco e extrato de chá-verde
Tipo de Cabelo Não informado
Livre de Parabenos, sulfato, petrolatos, silicone, sal, ftalatos e corantes
Low Poo Não informado
Volume 250 ml

3° – Condicionador Smooth and Serene

Condicionador Smooth and Serene

Cruelty-free Sim
Benefício Hidratação e nutrição
Ativos Óleo de argan e lavanda
Tipo de Cabelo Todos
Livre de Parabeno, silicone e corantes
Low Poo Não informado
Volume 300 ml

4° – Condicionador Cicatrifios Plástica Capilar

Condicionador Cicatrifios Plástica Capilar

Cruelty-free Sim
Benefício Reparação
Ativos Óleo de argan, creatina vegetal e pantenol
Tipo de Cabelo Todos
Livre de Parabenos, sulfato e petrolatos
Low Poo Não informado
Volume 1000 ml

5° – Condicionador Amo Cachos

Condicionador Amo Cachos

Cruelty-free Sim
Benefício Hidratação
Ativos Coco, chia e linhaça
Tipo de Cabelo Ondulado, cacheado e crespo
Livre de Parabenos, silicone e óleo mineral
Low Poo Sim
Volume 400 ml

6° – Condicionador Hidratação Suave

Condicionador Hidratação Suave

Cruelty-free Sim
Benefício Hidratação
Ativos Linhaça e óleo de argan
Tipo de Cabelo Todos
Livre de Parabenos, óleo mineral e silicone
Low Poo Não informado
Volume 500 ml

7° – Condicionador Vou de Coco

Condicionador Vou de Coco

Cruelty-free Sim
Benefício Nutrição
Ativos Óleo de coco
Tipo de Cabelo Todos
Livre de Parabenos, petrolatos, silicone e corantes
Low Poo Não informado
Volume 420 ml

8° – Condicionador Afro Vegan

Condicionador Afro Vegan

Cruelty-free Sim
Benefício Reparação e nutrição
Ativos Óleo de rícino e manteiga de karité
Tipo de Cabelo Ondulado, cacheado, crespo e afro
Livre de Parabenos, sulfato, petrolatos, silicone e ftalatos
Low Poo Não informado
Volume 300 ml

9° – Condicionador Meu Liso Muito + Liso

Condicionador Meu Liso Muito + Liso

Cruelty-free Sim
Benefício Nutrição
Ativos Amido de milho, proteína de trigo e aminoácidos
Tipo de Cabelo Liso
Livre de Parabenos
Low Poo Não informado
Volume 300 ml

10° – Condicionador Bonita por Natureza Super Concentrado

Condicionador Bonita por Natureza Super Concentrado

Cruelty-free Nao informado
Benefício Hidatação e reparação
Ativos Colágeno vegetal e rosa mosqueta
Tipo de Cabelo Ondulado, cacheado e crespo
Livre de Parabenos, petrolatos, silicone e sal
Low Poo Não informado
Volume 500 ml

Conclusão Sobre Os Melhores Condicionadores de Cabelos Veganos

A busca por produtos veganos está cada vez maior, isso inclui também os produtos para cuidar dos cabelos, como condicionado. Ao usar um condicionador você contribui para o fim do abuso animal e também ajuda a reduzir o impacto ambiental. Além disso, são produtos menos agressivos para os cabelos.

Ainda assim, é importante escolher um produto adequado para a necessidade dos seus fios. Mas com as dicas deste artigo e as sugestões do ranking, essa tarefa fica mais fácil! Gostou do texto? Então compartilhe e ajude outras pessoas a conhecerem todos os benefícios de usar um condicionador vegano!

Panelas de Pressão Elétricas

Melhores Panelas de Pressão Elétricas
Quer saber qual a melhor panela de pressão elétrica para ter mais praticidade e segurança na cozinha? Nesse artigo você confere todos os itens que deve considerar na hora da compra e uma seleção comentada com os melhores modelos do mercado.

Melhores Panelas de Pressão Elétricas para Comprar em 2021

1º – Electrolux Chef Digital PCC 20 Melhor panela de pressão elétrica Mostrar preço
2º – Philco Digital 6 litros Design e versatilidade Mostrar preço
3º – Philips Walita Daily Collection Melhor de 5 litros Mostrar preço
4º – Mondial Pratic Cook Melhor de 4 litros Mostrar preço
5º – Britânia 3 Litros Melhor de 3 litros Mostrar preço

Por que comprar uma panela de pressão elétrica?

As panelas de pressão elétricas oferecem diversas vantagens em relação aos modelos tradicionais, pois:
– É mais segura. A versão elétrica traz vários dispositivos de segurança, como controle de temperatura máxima e travamento automático da tampa enquanto há pressão no interior da panela.
– Mais prática. As panelas de pressão elétricas desligam automaticamente após o tempo de cozimento programado. É só colocar os alimentos e programar, sem a necessidade de ficar vigiando.
– Preserva o sabor, o aroma e a umidade natural dos alimentos. Como a liberação de vapor é muito reduzida, evita-se que os alimentos percam nutrientes e água.
– Super silenciosa. A versão elétrica não faz aquele barulho de trem a vapor da panela tradicional.
– Mais bonita. A panela elétrica embeleza a cozinha e se harmoniza facilmente com diferentes estilos de decoração.
– Versátil. É possível preparar diversos tipos de receita nesse tipo de panela, doces e salgadas. Existem canais no YouTube e sites especializados em receitas de panela de pressão elétrica.
– Não espalha o cheiro da comida por todos os ambientes da casa. Embora esse problema possa facilmente ser solucionado com o uso de um depurador ou coifa.
– Permite economizar com gás de cozinha.

O que considerar ao escolher uma panela de pressão elétrica?

Capacidade

O primeiro item a ser observado é a capacidade da panela. Encontramos no mercado modelos de 3, 4, 5 e 6 litros.
Mas é importante saber que a capacidade total da panela não corresponde à sua capacidade utilizável.
Isso porque, por questão de segurança, a quantidade de alimentos e líquidos não deve ultrapassar dois terços da capacidade total do aparelho.
E para alimentos que se expandem durante o cozimento, como feijão, não se deve usar mais do que a metade da capacidade em litros.
Esses limites podem variar de modelo a modelo, por isso é importante conferir essa e outras informações de segurança no manual do produto. De qualquer forma, todas as panelas de pressão elétricas trazem em seu interior marcações indicando tais limites.
Caso esses cuidados não sejam tomados, existe o risco de que a panela exploda, embora a probabilidade seja infinitamente menor do que nos modelos tradicionais, devido aos sistemas de segurança da panela de pressão elétrica.

Funcionalidades

Alguns modelos trazem funcionalidades especiais, como programar o início do cozimento com antecedência e manter o alimento aquecido por várias horas após o preparo.

Itens de segurança

Como já explicamos, todas as panelas de pressão elétricas são mais seguras que as tradicionais. E quanto mais dispositivos de segurança um modelo elétrico trouxer, melhor.

Panela interna removível

A panela interna removível é onde os alimentos são colocados e de fato cozidos. Ao escolher uma panela elétrica, é importante verificar a composição desse item e se o mesmo possui revestimento antiaderente.
Em alguns modelos, a panela removível pode ser lavada na lava-louças.

Analógica ou digital

Panelas digitais e analógicas permitem preparar os mesmos tipos de receita. A diferença é que as digitais contam com um painel eletrônico, semelhante ao do micro-ondas, e um visor.
Já nas analógicas, o funcionamento é controlado por meio de um botão central giratório.

Panela de pressão elétrica gasta muita energia?

Quanto maior a potência de uma panela elétrica, maior será seu consumo de energia.
Para fazer uma simulação do aumento que o uso da panela causará na conta de energia, é preciso ter em mente qual será seu tempo médio de utilização diário.
O cálculo do consumo de um aparelho em KWh é feito dividindo sua potência por 1.000, com o resultado multiplicado pelo tempo de consumo em horas.
Para calcular o custo financeiro que o aparelho trará, é preciso multiplicar o número de KWh pelo valor cobrado pela concessionária de energia elétrica (essa informação consta na conta de luz).
Veja um exemplo. Uma panela de pressão elétrica de 1.000 watts de potência que é utilizada 1 hora por dia.
Dividimos 1.000/1.000, que é igual a 1, vezes 1, que é o número de horas que a panela fica ligada por dia. Chegamos a um consumo de diário de 1 KWh, que ao longo de um mês soma 30 KWh.
Agora é só multiplicar o valor do KWh por 30 para saber o custo financeiro aproximado.
Se a tarifa por KWh é de R$ 0,67384 (valor cobrado no RJ), o custo energético mensal referente ao uso da panela de pressão elétrica será de R$ 20, 22.
Com base nesse cálculo, podemos concluir que é um aparelho que consome pouca energia.

Critérios de seleção

Para elaborar nossa lista das melhores, consideramos principalmente as avaliações dos consumidores, a capacidade, as funcionalidades e o custo-benefício de cada modelo.

1° – Electrolux Chef Digital PCC 20

Electrolux Chef Digital PCC 20

A Electrolux Chef PCC 20 é a melhor opção de panela de pressão elétrica do mercado, digital e com capacidade total de 6 litros.
A panela interior removível é antiaderente e o acabamento exterior é em aço inox escovado.
O painel digital conta com visor LED, que indica o tempo de cozimento restante, assim como o nível de pressão utilizado.
Aliás, um diferencial desse modelo é oferecer 3 níveis de intensidade de pressão (low, medium e high), o que permite atingir o ponto de cozimento perfeito para cada tipo de alimento.
Outro recurso bastante útil é o “programar início”, para que o cozimento só comece depois de 2 até 24 horas.
Já a função “buffet” permite manter o alimento aquecido por até 2 horas após o fim do processo de cozimento. Essa funcionalidade é acionada automaticamente após o desligamento (automático) da panela.
Vem com 15 modos de preparo pré-programados: carne, frango, lentilha, milho, refogar, arroz, cozimento lento, feijão, arroz integral, sopa, polenta, carne seca, grão de bico e mandioca.
Conta com 10 sistemas de segurança, como travamento automático da tampa e cobertura anti-bloqueio da válvula de pressão. Tem potência de 1.000 watts.
Acompanha os seguintes acessórios: copo medidor, concha e espátula.

Pontos fracos do modelo

O painel digital pode não ser tão fácil de operar no início, poderia ser mais intuitivo, de acordo com vários consumidores. E o manual de instruções não explica de forma detalhada como usar cada funcionalidade da panela.
Entretanto, esses problemas podem ser facilmente solucionados e são pouco relevantes diante das excelentes avaliações feitas pela maioria dos usuários.

Prós

  • 3 níveis de intensidade de pressão
  • Várias funções
  • 10 sistemas de segurança

Contras

  • Painel relativamente difícil de usar
  • Manual de instruções pouco detalhado

2° – Philco Digital 6 litros

Philco Digital 6 litros

A Philco Digital 6 litros é uma excelente opção para quem busca uma panela de pressão elétrica de qualidade e com design moderno. Está disponível nas cores vermelha, preta, champanhe e silver.
Seu recipiente removível de cozimento é antiaderente e a estrutura principal da panela é confeccionada em inox.
O painel eletrônico conta com visor LED e traz tempos pré-programados para cozinhar milho, sopa, músculo, carne, mingau, arroz, vegetais, peixe, feijão, frango, bolo, legumes e frutos do mar.
É possível personalizar os tempos pré-programados, utilizando as teclas, “mais (+)” e “menos (-)”.
O modo “cozimento” permite utilizar a panela sem tampa, o que é especialmente útil para fazer refogados.
Tem desligamento automático e mantém os alimentos aquecidos após o cozimento.
Conta com 6 sistemas de segurança, incluindo o travamento automático da tampa quando a panela está pressurizada, controle de temperatura e controle de pressão.
Tem potência de 1.000 watts. Acompanha um copo medidor e uma espátula especial que não danifica o revestimento antiaderente da panela removível.
A garantia oferecida pelo fabricante é de 12 meses.

Pontos fracos

Uma das queixas dos consumidores, especialmente no caso da versão vermelha, é sobre a fragilidade da pintura, que pode ser facilmente danificada ao retirar o adesivo que vem na lateral do aparelho.
E o manual de instruções deixa muito a desejar.
Apesar dessas críticas, trata-se de uma panela de pressão elétrica 6 litros de alta qualidade, com um design moderno, segura e multifuncional.

Prós

  • 13 receitas pré-programadas
  • 6 sistemas de segurança
  • Multifuncional

Contras

  • Pintura externa frágil
  • Manual pouco detalhado

3° – Philips Walita Daily Collection

Philips Walita Daily Collection

A Philips Walita Daily Collection é a melhor opção de panela de pressão elétrica 5 litros do mercado. Oferece tempo de cozimento ajustável de 1 a 60 minutos, através de botão giratório central (timer).
A panela interna é de alumínio, revestida com material antiaderente. Já a parte externa é confeccionada em aço inox, o que facilita bastante na hora da limpeza, que pode ser feita somente com um pano seco ou úmido.
O timer traz marcações indicando o tempo de cozimento ideal para 10 tipos de alimento: arroz, peixes, legumes, raízes, aves, arroz integral, carne suína, carne bovina, feijão e carne seca.
Após o fim do tempo de cozimento, a panela entra no modo de aquecimento automático, mantendo o alimento quente por até 6 horas.
Tem 7 sistemas de segurança, incluindo o travamento automático da tampa quando a panela está pressurizada e controle de temperatura máxima.
A potência da panela é de 900 watts. Acompanha uma concha, um copo medidor e uma espátula.
Quanto aos pontos fracos do modelo, identificamos em nossa pesquisa muitas reclamações relativas a problemas com o timer, mas vale lembrar que o produto tem garantia de 2 anos.
E o manual de instruções deixa muito a desejar, embora traga as informações essenciais sobre como usar a panela com segurança.
Fora isso, trata-se de um modelo de panela de pressão elétrica 5 litros campeão de vendas, que conta com inúmeras avaliações positivas dos consumidores.

Prós

  • 10 receitas pré-programadas
  • 7 sistemas de segurança
  • Mantém o aquecimento por 6 horas

Contras

  • Manual pouco detalhado
  • Pode apresentar problemas no timer

4° – Mondial Pratic Cook

Mondial Pratic Cook

A Mondial Pratic Cook Premium foi eleita a melhor panela de pressão elétrica 4 litros. Sua panela interna de cozimento tem revestimento antiaderente e o acabamento externo é em inox, com suporte para colher.
O painel digital é simples de usar e conta com as seguintes teclas: timer, aquecer/cancelar e ajuste de tempo.
O visor digital mostra o tempo de cozimento restante ou programado, assim como a função que está sendo utilizada. Abaixo do visor há três luzes indicadoras: ajuste, cozinhar e aquecer.
Emite um sinal sonoro quando o tempo de cozimento termina e desliga automaticamente, entrando no modo aquecer.
Entretanto, o fabricante recomenda não deixar o alimento no modo aquecimento por mais de 6 horas.
Vem com 6 tempos de cozimento pré-programados: carne, feijão, frango, sopa, legumes e arroz. Basta acionar a tecla correspondente para ativar cada um desses programas. Permite programar o início do cozimento com até 24 horas de antecedência.
Quanto aos itens de segurança, destacam-se a dupla válvula de segurança e a alça da tampa (antitérmica) com trava de segurança.
Todas as peças desmontáveis da panela podem ser lavadas na lava-louças.
Acompanha copo medidor e colher de servir. Tem potência de 800 watts e a garantia oferecida pelo fabricante é de 12 meses.
Infelizmente, o manual de instruções do aparelho deixa muito a desejar, sobretudo a respeito do tempo de cozimento ideal para cada tipo de alimento.
Essa foi a única queixa recorrente que encontramos em nossa pesquisa, entre inúmeras avaliações extremamente positivas.

Prós

  • Painel digital fácil de usar
  • As peças laváveis podem ir a lava-louças
  • Emite sinal sonoro ao fim do cozimento

Contras

  • Manual de instruções incompleto

5° – Britânia 3 Litros

Britânia 3 Litros

A Britânia tem a melhor panela de pressão elétrica 3 litros do mercado. É um modelo analógico, com controle por botão giratório central.
Seu recipiente de cozimento removível é antiaderente e o acabamento externo é confeccionado em aço escovado.
Vem com tempos de cozimento pré-programados para refogar, fazer arroz, carne, mingau, sopa e feijão.
Para selecionar o tempo de cozimento, basta girar o botão central até a marcação correspondente.
Quanto o tempo de cozimento termina, a panela desliga automaticamente (o botão giratório central volta à posição inicial) e entra no modo “manter aquecido”.
Tem duas luzes indicadoras no painel, que mostram quando o aparelho está cozinhando com pressão, aquecendo (até “pegar pressão) ou mantendo os alimentos aquecidos.
Conta com 7 sistemas de segurança, como dispositivo contra superaquecimento, controle de temperatura e controlador de pressão.
Tem potência de 700 watts. Acompanha um copo medida e uma espátula. A garantia oferecida pelo fabricante é de um ano.
Como outros modelos de panela de pressão elétrica, a Britânia 3 litros traz um manual extremamente incompleto, o que obriga o consumidor a buscar informações adicionais, com o SAC da empresa ou na internet.
E como se trata de um modelo de baixa capacidade, levando em consideração que não é possível utilizar o volume total da panela removível, é preciso avaliar bem se o tamanho atende às necessidades do usuário.
Tirando essas ressalvas, trata-se de um modelo com bom custo-benefício e muito bem avaliado.

Prós

  • 7 sistemas de segurança
  • Bom custo-benefício
  • Fácil de usar

Contras

  • Pequena capacidade
  • Manual de instruções pouco detalhado
Importante: é preciso escolher a voltagem certa na hora da compra, já que nenhum dos modelos apresentados é bivolt.

Conclusão: qual a melhor panela de pressão elétrica

Como vimos, a panela de pressão elétricas traz diversas vantagens em relação à versão tradicional.
Electrolux Chef Digital PCC 20 ficou em primeiro lugar em nosso ranking, reunindo um belo design, várias funcionalidades e diferentes itens de segurança.
Philco Digital também é uma excelente opção de panela de pressão elétrica 6 litros, multifuncional e disponível em 4 cores.
E para quem busca uma panela de pressão elétrica 5 litros, a Philips Walita Daily Collection é a melhor opção.
Com capacidade intermediária, a Mondial Pratic Cook Premium PE-09 é a melhor panela de pressão elétrica 4 litros.
E para aqueles que precisam de uma panela de pressão elétrica pequena e eficiente, a Britânia 3 litros é a melhor alternativa.
Esperamos ter ajudado a encontrar o modelo que melhor se adapte às suas necessidades.
Caso ainda reste alguma dúvida, pode contar com nossa ajuda; basta deixar um comentário que responderemos o mais rápido possível.
Até o próximo guia e boas compras!

Notebooks

Melhores Notebooks

Se você pretende comprar um laptop já deve ter pensado: quais os melhores notebooks de 2021?

Com o avanço acelerado das tecnologias vinculadas a computação e a enxurrada de opções de laptops, cada vez fica mais difícil definir as melhores opções existentes no mercado.

Para ajudar a você escolher o melhor notebook, sem que você se sobrecarregue com a infinidade de alternativas, fizemos esse post com a lista dos melhores computadores portáteis disponíveis no mercado.

Melhores Notebooks para Comprar em 2021

1º – Dell XPS 13 XPS-9300-A30S Melhor Premium Mostrar preço
2º – Macbook Pro 16 Melhor Macbook Mostrar preço
3º – Lenovo YOGA S740 Melhor Premium Custo-Benefício Mostrar preço
4º – Lenovo Ideapad L340 81TR0002BR Melhor Gamer Custo-Benefício Mostrar preço
5º – Dell I15-5590-M20S Ótimo Premium Custo-Benefício Mostrar preço
6º – Lenovo S145 i5 8GB RAM 256GB SSD Melhor Custo-Benefício com SSD Mostrar preço
7º – Vaio FE14 i5 8BG 256SSD Custo-Benefício Full HD Mostrar preço
8º – Samsung X40 Custo-Benefício Samsung Mostrar preço
9º – Lenovo Ideapad S145 81S90005BR Bom Custo-Benefício Lenovo Mostrar preço
10º – Dell Inspiron 15 3000 i15 -3583-A05P Mais Barato da Dell Mostrar preço

1° – Dell XPS 13 XPS-9300-A30S

Dell XPS 13 XPS-9300-A30S

Tenho uma boa experiência com a Dell e isso com certeza reflete na minha opinião desse notebook de 13,4 polegadas.

Essa é a última atualização do Dell XPS 13, notebook que vem por anos sendo considerado um dos melhores computadores portáteis pela mídia especializada.

E não é por menos, esse notebook tem performance excepcional devido a sua configuração.

Agora ele usa um processador Intel i7 de décima geração, o i7-1065G7, que possui desempenho excepcional, apesar de um pouco menos poderoso que na última versão o i7-10710U.

Com 16GB de memória RAM e 1TB de SSD, agora ele possui ainda mais memória para muitas atividades concorrentes e bastante velocidade no momento de ligar o laptop.

Sua tela ficou 7% maior, diminuindo aquela borda mais grossa que ficava próxima ao teclado.

Outras mudanças que ocorreram nesse modelo foi o aumento do tamanho das teclas, sem que o notebook precisasse aumentar; e o touchpad que teve 17% de incremento em seu tamanho.

Mas a vantagem dele é ser veloz?

Esse Dell é um produto Premium, tudo em sua construção tem qualidade impecável.

O modelo que indico aqui é o de tela 4k Ultra HD (3840×2400) sensível ao toque, mas o XPS também apresenta modelos com tela Full HD e sem touch.

E seja qual for o modelo a tela IPS possui brilho de 500 nits, bem superior à média do mercado e superior a do modelo 2019.

O modelo atual pesa apenas 1,27 kg, apesar da tela ter aumentado.

E suas dimensões são mínimas, praticamente é uma tela de 13 polegadas em um laptop de 11 polegadas.

Sua bateria tem duração indicada pelo fabricante de até 18 horas nos modelos com tela Full HD e 12 horas no top de linha. Então se sua prioridade é bateria os modelos mais baratos também ficam mais tempo ligados longe da tomada.

A tela ainda apresenta bordas finíssimas, apenas 5,2mm, o que torna o design mais atraente e essa área útil maior também permite um porte bastante compacto para o ultrabook.

Por essas razões o XPS 13 da Dell continua sendo um dos melhores notebook a que temos acesso no Brasil.

Prós

  • Construção e design Premium
  • i7 de décima geração
  • Tela 4k Touch
  • Leve

Contras

  • Placa de vídeo integrada

2° – Macbook Pro 16

Macbook Pro 16

Quem já leu versões anteriores desse artigo sabem que sou fã do sistema operacional da Apple. Então tenho que fazer valer minha opinião colocando um Macbook nessa lista.

Quer saber notícias do meu velho Macbook Pro Retina de 15 comprado em 2012. Ainda está firme e forte, é com ele que estou escrevendo essa nova atualização do artigo.

Pois bem vamos falar do Macbook Pro de 16…

Sua bateria tem agora 100Wh, o máximo permitido para você carrega-lo dentro de um avião. Mais que isso você teria de deixa-lo em casa para viajar.

Seu touchpad é bem grande, e seu teclado aposenta o padrão borboleta, já que o teclado anterior foi alvo de críticas devido a sua fragilidade. Então essa mudança é muito bem-vinda!

A versão que indico agora é a mais poderosa do Macbook Pro 16, pois está com um “bom” valor

Sua tela além de ter resolução de 3072 x 1920 pixels, mas do que uma resolução Full HD, apresenta brilho de 500 nits, igual ao do nosso primeiro colocado.

Mesmo o som desse aparelho teve um tratamento especial, com woofers de cancelamento de força para reduzir a vibração.

Mas ele é rápido?

Sem dúvida, desde a versão i7, esse computador portátil é extremamente rápido.

Em modelos anteriores os i9 tinham desempenho inferior aos i7 com o decorrer do uso, devido o aquecimento do sistema. Esse problema não existe mais!

Se você comprar um modelo com um processador Intel i9, como o que indicamos, poderá fazer uso dessa performance extra.

A placa de vídeo dele uma Radeon Pro 5500M dá conta do recado caso você precise editar vídeos, imagens ou fazer modelagem 3D.

Com no mínimo 16GB de RAM e 1TB de SSD, você terá velocidade e armazenamento extremamente rápidos.

E como pontos negativos… é sempre tem um ponto negativo, além do preço a reparabilidade dele é baixa, já que seus componentes estão todos espremidos dentro da carcaça de alumínio.

As portas apresentadas no aparelho também aparecem cada vez em menor quantidade e apenas no formato USB-C compatível com Thunderbolt.

Prós

  • Sistema operacional macOS
  • Configuração poderosa, i9 e 1TB de SSD

Contras

  • Preço altíssimo
  • Peso alto

3° – Lenovo YOGA S740

Lenovo YOGA S740

Esse notebook tem vários elementos Premium, sua construção prima pela qualidade, sua performance é bastante alta e seu peso relativamente baixo.

Com corpo em alumínio ele passa a sensação de durabilidade superior, além de manter o peso do computador bem baixo, 1,45kg.

Em termos de performance ele vem com o processador Intel Core i7 de décima geração, o i7-1065G7, que tem muito bom desempenho. Aliás é o mesmo processador que o XPS 13, primeiro dessa nossa lista.

Além disso faz uso de 8GB de memória RAM e um SSD de 256GB do tipo M.2 PCIe, o que impacta, e muito, positivamente em termos de performance.

A tela é IPS (não terá problema de visibilidade da tela ao olhar pela laterais) de 14 polegadas e resolução Full HD.

Seu teclado é retroiluminado o que facilita quando você pretende trabalhar ou se divertir em ambientes mais escuros.

Com a Geforce MX 250 você pode até se divertir jogando eventualmente, é uma placa de vídeo de bom nível de desempenho.

A marca sugere que sua bateria pode durar até 14 horas fora da tomada, então você poderá usá-lo tranquilamente ao visitar clientes e em viagens.

É um notebook premium custo-benefício, não está no nível de XPS e Macbook, mas ainda é uma opção extremamente interessante.

De certa forma, tem até mais performance que o Dell XPS se levar em consideração a placa de vídeo que no Dell é integrada.

Boa pedida de um notebook profissional, mas que ainda apresenta qualidade construtiva e performance superior.

Alternativas ao S740 da Lenovo

Um concorrente que pode ser uma boa alternativa é o Asus Zenbook, a sua performance, peso e tamanho são semelhantes ao S740, e ele tem como diferencial um touchpad que também é uma pequena tela com atalhos.

Considero o S740 um notebook mais robusto por isso ele está na lista e o Zenbook não, mas dependendo do preço a opção do Asus pode ser bem interessante.

Outro que já indiquei bastante e ainda considero uma boa alternativa é o LG Gram, tem performance um pouco inferior mas é ainda mais leve que o Lenovo e o Asus, mesmo com tela maior.

Prós

  • Custo benefício Premium
  • i7 de décima geração
  • SSD de 256GB
  • Placa de vídeo Geforce MX 250
  • Menos de 1,5kg de peso

Contras

  • Tela de 14 polegadas

4° – Lenovo Ideapad L340 81TR0002BR

Lenovo Ideapad L340 81TR0002BR

Se eu precisasse de um notebook apenas para jogar (para trabalhar prefiro os Macbooks) com certeza eu compraria esse Lenovo.

Ele tem a boa placa de vídeo Geforce GTX 1050, um processador i5 da Intel de alto desempenho e de nona geração, o 9300H; e 8GB de RAM.

Configuração gamer de extremo custo-benefício se você quer jogar. E apesar dele ter um propósito gamer, seu visual é sóbrio.

Mas ele foi feito só para jogar?

Devido a sua placa de vídeo e processador i5 de alto desempenho ele se torna a alternativa de melhor custo-benefício para ficar dentro do que pede a Adobe para alguns softwares como Photoshop e After Effects.

Se você trabalha com arquitetura e frequentemente renderiza seus projetos a mesma placa de vídeo vai acelerar significativamente o seu tempo de renderização.

E a tela Full HD o deixa exatamente dentro do que a Autodesk pede para rodar o AutoCAD.

Dessa forma, mesmo sendo um notebook “gamer” ele tem versatilidade e desempenho para ser uma ótima alternativa de notebook profissional para os segmentos de design, engenharia e arquitetura.

É claro, que por um pouco mais de R$5mil, você tem um HD de 1TB, ou seja não tem um SSD.

Seu teclado apresenta retroiluminação de cor azul. E para manter a performance mesmo após horas de jogos possui 2 coolers e 4 saídas de ar.

É a melhor opção gamer/profissional para quem tem um bom dinheirinho mas não quer esbanjar.

Prós

  • Ótimo custo-benefício para jogos
  • GTX 1050, boa performance para jogos
  • Bom processador (i5-9300H)

Contras

  • Não possui SSD

5° – Dell I15-5590-M20S

Dell I15-5590-M20S

A linha 5590 da Dell, assim como os Yoga da Lenovo, está um patamar acima da maioria dos notebooks da marca, mas também não é um top de linha. É um premium custo-benefício.

Com performance muito parecida com o do Lenovo ele só ficou atrás do seu concorrente por apresentar peso um pouco superior, 1,64 kg. E por seu processador, apesar de ser um i7, ter desempenho um pouco inferior ao i5 do Yoga S740.

Mas não pense que ele é ruim não, na verdade coloquei ele aqui porque é muito bom. Contudo dependendo do preço que está no mercado é melhor comprar o Dell, dependendo é melhor comprar o Lenovo. Cabe a você decidir!

O processador é um i7 de décima geração, i7-10510U, que em conjunto com a Geforce MX 250 permite performance o suficiente para jogar alguns jogos pesados.

Sua tela é IPS de 15.6 polegadas e apresenta resolução de 1920 x 1080 (Full HD).

O SSD de 256GB é um M.2 PCIe e de memória RAM tem 8GB. Características que garantem bom desempenho.

A bateria é um pouco inferior à do Lenovo, mas permite algumas boas horas longe da tomada.

É um bom notebook profissional, leve em consideração o preço para escolher ele ou o concorrente.

Prós

  • Premium com preço razoável
  • i7 de décima geração
  • Placa de vídeo MX 250
  • SSD de 256GB
  • Tela de 15,6 polegadas

Contras

  • Peso um pouco maior que o do S740 da Lenovo

6° – Lenovo S145 i5 8GB RAM 256GB SSD

Lenovo S145 i5 8GB RAM 256GB SSD

Esse é um dos modelos dos notebooks mais vendidos na Amazon atualmente, o Lenovo S145 81S9000LBR.

Com processador Intel i5 8265U de oitava geração e 8GB de memória RAM ele apresenta um desempenho acima da média.

O grande diferencial desse modelo em específico é o armazenamento SSD de 256GB. Essa característica permite que ele carregue o windows mais rápido, além de carregar arquivos e abrir programas mais rapidamente.

Antes indicávamos o modelo com mais memória aqui, mas esse modelo, com um pouco menos de memória RAM e com o armazenamento SSD, é uma opção mais veloz e robusta (os HDs estão mais sujeitos a dar problema dado a sua tecnologia).

A tela dele tem resolução HD (1280×720), inferior as telas dos notebooks premium. Contudo, é uma tela de padrão similar aos outros notebooks da mesma faixa de preço. Para uma tela melhor que esta, e mantendo uma placa de vídeo dedicada, você precisa gastar pelo menos R$800 a mais.

A placa de vídeo MX 110 permite que você jogue um bom número de jogos (Minecraft, Fortnite, The Sims 4, LOL, etc…), ou que seu filho jogue quando você emprestá-lo.

Se você pretende usar para trabalhos de arquitetura ou engenharia ele pode ser uma opção barata para essa finalidade.

Mas veja bem, por ele ter resolução 1366x768px você não estará cumprindo com o mínimo pedido pelo AutoCad (eles pedem 1920×1080 desde a versão 2019). Ainda assim tenho amigos arquitetos que usam o AutoCAD nessa mesma resolução sem qualquer problema.

Se você pretende usar Photoshop também conseguirá utilizá-lo, mas novamente para cumprir com o mínimo que a Adobe pede você precisa optar pelo Lenovo L340.

É uma ótima opção custo-benefício para trabalho, estudo e jogos, desde que os jogos não sejam tão pesados.

Prós

  • 256GB de SSD: deixa o notebook mais rápido
  • GEFORCE MX 110: boa performance gráfica
  • i5 de oitava-geração: boa performance
  • 8GB de RAM: bom número de softwares abertos simultaneamente

Contras

  • Bateria de 35Wh: duração máxima de 3 horas longe da tomada
  • Camera de 0.3MP: imagem de pouca qualidade para quem vê você

7° – Vaio FE14 i5 8BG 256SSD

Vaio FE14 i5 8BG 256SSD

Esse Vaio tem performance similar ao S145 acima na maioria das tarefas diárias. O que é muito bom!

Ele possui resolução Full HD, isso é uma grande vantagem, mas o tamanho reduzido da tela (14 polegadas) e a falta de placa gráfica dedicada acaba tornando ele uma escolha ruim para utilizar o AutoCAD ou pacote Adobe.

Apesar da tela ser Full HD ela utiliza tecnologia TN (a visibilidade da tela ao se olhar pela lateral é prejudicada), mas é a mesma usada em outros notebooks da mesma faixa de preço. Não tira o mérito da resolução superior de imagem.

A tela de 14 polegadas apesar de ser uma desvantagem para alguns casos, pode ser muito útil caso você leve o notebook para todo lugar. Ele tem dimensões reduzidas e é mais leve que os notebooks de preço próximo (1,55kg).

Possui 8GB de memória RAM e 256GB de armazenamento SSD. A memória é o padrão para esse valor, mas o SSD acaba sendo mais uma vantagem desse notebook, já que essa tecnologia deixa o notebook mais rápido e com menor consumo de energia.

Por falar em energia, a fabricante promete até 7 horas de autonomia da bateria longe da tomada, espere bem menos com um uso intenso. Ainda assim é uma bateria com duração superior aos concorrentes.

A marca do notebook é Vaio, mas a operação da marca aqui no Brasil é feita pela Positivo, muitos podem torcer o nariz por isso. Mas não pense que você verá qualidade inferior nesse notebook, pelo contrário, ele se equipara aos Lenovo, Acer, Samsung e Vaio na minha opinião.

Ele tem performance de sobra para tarefas de escritório ou para assistir filmes e séries (e em Full HD).

Se você procura um notebook rápido, leve, com boa resolução de imagem e com custo abaixo dos R$4000 esse é a única opção.

Prós

  • Tela Full HD: um dos poucos por menos de R$4000
  • 256GB de SSD: rápido para boa parte das tarefas
  • Leve: pesa 1,55kg
  • i5 de oitava-geração: boa performance

Contras

  • Sem placa de vídeo dedicada: ruim para jogos e softwares 3d
  • Sem teclado numérico

8° – Samsung X40

Samsung X40

Esse Samsung é concorrente direto do Lenovo acima, a única diferença é o processador ligeiramente mais rápido!

O motivo para colocá-lo aqui é para você ter uma alternativa de compra com um leve benefício na velocidade.

Normalmente o Samsung é mais caro que o Lenovo S145, e considero o Lenovo um pouco melhor que o Samsung.

São muito próximos em qualidade também, apesar de eu achar que a qualidade construtiva do Lenovo seja superior.

O X40 possui um processador i5 10210U, 8GB de RAM, e 1TB de HD. Configuração básica mas boa!

Também conta com a placa de vídeo Geforce MX 110, o que permitirá que uma boa quantidade de jogos possa ser jogada.

Minecraft, The Sim 4 são exemplos de jogos populares que funcionam bem nesse notebook.

Ele tem 100gr a mais que o Lenovo, o que não afetará a portabilidade do notebook, mas já demonstra a diferença entre a qualidade de construção.

E se você vai usar para estudar, editar planilhas e textos ele é muito bom. Fica na medida certa entre o que precisa e preço.

Prós

  • Bom desempenho
  • Ligeiramente menor e mais leve que os concorrentes diretos

Contras

  • Placa de vídeo um pouco inferior aos concorrentes diretos

9° – Lenovo Ideapad S145 81S90005BR

Lenovo Ideapad S145 81S90005BR

Esse não é o mais barato S145, existe uma versão com processador Celeron. Mas a diferença de preço faz com que esse modelo, com processador i5 de oitava geração seja uma opção melhor.

Ele não tem placa de vídeo dedicada, então não pense nele em um notebook que possa ser usado em muitos jogos atuais (mas pode funcionar em resolução baixa).

Ele tem 8GB de RAM e 1TB de HD, novamente dados básicos mas suficientes para estudo e trabalho.

Pesa 1,85 kg, não é dos mais leves, mas se você tem ou teve notebooks mais antigos, vai achar levíssimo.

A qualidade construtiva dele é boa e esse é um dos motivos pelos quais recomendo bastante esse modelo de notebook.

É uma opção muito boa para estudar ou para trabalhar. Para essas funções vale a pena!

Prós

  • Ótima performance geral
  • Boa relação custo benefício

Contras

  • Sem placa de vídeo dedicada
  • Baixa autonomia de bateria

10° – Dell Inspiron 15 3000 i15 -3583-A05P

Dell Inspiron 15 3000 i15 -3583-A05P

Minha indicação desse notebook é para quem precisa em especial manter o orçamento e gastar até R$2500,00 em um notebook.

Esse modelo do Dell Inspiron 15 é um bom notebook básico. Serve bem para estudos e trabalho com editores de textos e planilhas.

Então é o mínimo para você poder executar trabalho de escritório; ou estudar EAD ou fazer pesquisas para escola e faculdade.

Você também consegue se divertir assistindo filmes, séries e Youtube. Ouvir músicas e jogar joguinhos bem básicos também não são problemas.

Mas não espere muito dele… O maior problema está em você abrir muitas coisas ao mesmo tempo: muitas janelas do Chrome ou vários softwares ao mesmo tempo. Ele vai apresentar lentidão nesses casos.

Planilhas muito grandes ou documentos word carregados com imagens também pode ser um problema.

Mas ele é um notebook bom?

Para o preço dele é um ótimo notebook! Por isso consta aqui como nossa indicação.

Ele tem um processador Pentium Gold, bem superior a maioria dos Celeron que você encontra em notebooks de preço semelhante.

Ele possui 4GB de memória RAM e 500GB de HD, bem básico, mas suficiente para os casos que citei acima.

Ele pesa em torno de 2kg, não é um notebook leve, mas também não chega a ser um problema caso você queira carregá-lo eventualmente.

A tela é TN (não tem boa visibilidade lateral), que é igual aos competidores e a resolução é HD, suficiente para assistir filmes e séries se você não for muito exigente em qualidade de imagem.

Para aqueles que, assim como eu, já tiveram Dell e tiveram boas experiências, ele é uma boa alternativa de ótimo custo-benefício.

É o notebook mais barato a venda hoje da Dell!

Prós

  • Barato
  • Pentium Gold

Contras

  • Desempenho Básico

 

Roteadores Wifi

Melhores Roteadores Wifi
Quer saber qual o melhor roteador wireless? Se você utiliza a internet a partir de conexões sem fio é importante que esse aparelho esteja de acordo com sua necessidade.

Melhores Roteadores Wifi para Comprar em 2021

1º – Dlink Dir 882 O mais veloz Mostrar preço
2º – TP-Link WR941HP Atravessador de Paredes Mostrar preço
3º – TP-Link Archer C60 Veloz e estável Mostrar preço
4º – D-Link DIR 822 Boa estabilidade e velocidade Mostrar preço
5º – D-Link DIR 809 Bom preço para 802.11AC Mostrar preço
6º – TP-Link WR740N 300mbps com USB Mostrar preço
7º – D-Link DIR-615 300mbps e repetidor Mostrar preço
8º – TP-Link WR840N 300mbps e QoS de IP Mostrar preço
9º – IntelBras WRN300 300mbps básico Mostrar preço

Como escolher o melhor roteador para você

Sempre que nos conectamos na nossa rede wifi esperamos uma conexão estável e rápida. Mas nem sempre isso é possível, e as vezes a culpa não é de nossa operadora de banda larga.
Saiba que a correta escolha de seu roteador pode resultar em um desempenho de internet significativamente superior.
No entanto, sabemos que a decisão pela escolha de um roteador sem fio passa pela análise de muitos aspectos técnicos.
Nossa proposta é trazer a tona uma visão menos complexa e focada nos aspectos práticos da tecnologia.
Quer um roteador para muitas conexões? Quer conectar a grandes distâncias? Ou trafegar à 300mbps ou mais?
Se você ficou confuso com tantas características técnicas vou tentar esclarecê-las listando cada característica e o que elas influenciam.

Antenas

Várias antenas permitem maior alcance na conexão e maior estabilidade para múltiplos usuários.
No entanto podem reduzir o alcance vertical do sinal da sua rede sem fio. Por exemplo, se você quer distribuir a rede em 2 ou mais andares.
Mais antenas também aumentam a estabilidade da conexão no caso de você estar em um ambiente repleto de outros roteadores. Um prédio comercial por exemplo.
Roteadores com muitas antenas, normalmente apresentam um feixe de conexão direcionado, então esses funcionam melhor em locais em que a internet vai ser distribuída em um único andar.

Mais velocidade, mbps

Se você pretende utilizar o wifi em mais de 1 andar, recomendo instalar um repetidor para cada andar.
Maior velocidade (acima de 300mbps) permite que você trafegue em altas velocidades em conexões internas a sua rede.
Por exemplo: conexões com servidores internos, compartilhamento com o DropBox, compartilhamento de impressora e pendrive.
Contudo, não trará aumento na velocidade com a internet, a não ser que você tenha uma internet tão rápida quanto a transmissão de dados do roteador que você pretende comprar.

2,4GHz ou 5GHz

A questão de ter 2,4GHz ou 5GHz é relacionado a velocidade e alcance.
Conexões de 2,4GHz permitem maior alcance (conectar mais longe do roteador) mas menor velocidade.
Conexões de 5GHz permitem maior velocidade (incluindo menor latência) mas menor alcance.

Para jogos

Na prática, além de um bom notebook gamer, se você quer jogar, opte por um e 5GHz, não pela velocidade de transferência de dados, mas devido a latência reduzida que você pode obter com esses roteadores.
Tenha certeza de que você esteja no mesmo ambiente (sem paredes entre você e o roteador) para garantir melhor desempenho.

Antenas com mais DBi

Antenas com maior DBi, 5 ou mais, aumentam o alcance da conexão. Novamente isso fica mais evidente se fizer isso no mesmo andar.
Agora vamos dar uma olhada nos detalhes de cada um dos modelos escolhidos.

1° – Dlink Dir 882

Dlink Dir 882

Finalmente venho atualizar esse post para adicionar esse roteador de altíssimo desempenho da Dlink.
O Dir 882 funciona tanto em 2.4GHZ quanto em 5GHZ, o que permite alta velocidade, ao menos quando você está não muito distante do roteador.
Para esse roteador temos mais uma “novidade” em relação aos outros roteadores wireless dessa lista: ele possui portas Gigabit!
Mas o que isso quer dizer na prática! Você pode ter internet de mais de 100mbps e poder aproveitar a totalidade do serviço que seu provedor possui.
Com a tecnologia MU MIMO você pode transmitir grande volumes de dados simultaneamente entre dispositivos diferentes. Suporta até 4 streams simultâneos!
Possui 4 antenas, contudo de 5dbi, ainda assim permite grandes alcances do sinal!
Sua velocidade pode ser de até 2600mbps, é claro que levando em consideração que sua internet muito provavelmente não chegue a esse patamar, talvez esse número não seja tão importante.
Para jogos também possuímos algumas vantagens, já que com seu processamento Dual Core, você pode dar adeus à latência (desde que essa seja reflexo do roteador).
Possui QoS o que permite priorizar o tipo de dados que serão trafegados!
Também se utiliza do Smart Beamforming o que otimiza a direção do sinal para onde os aparelhos estão solicitando informações.
É menor que o WR941HP da TP Link o que é um ponto positivo!
Se o que você procura é velocidade extrema e ainda com um ótimo alcance do sinal esse é o produto para você!

Prós

  • Suporta rede Gigabit (para internets de mais de 100mbps)
  • Muita velocidade na comunicação local
  • Tecnologias para acelerar o streaming e jogos

Contras

  • Preço alto

2° – TP-Link WR941HP

TP-Link WR941HP

Se você, como a maioria de nossos leitores, está chegando nesse artigo devido a uma limitação dos modens padrão fornecidos pelas operadores de internet, esse roteador é provavelmente a melhor opção.
O WR941HP é um roteador que atua apenas à 2,4GHZ, a primeira tecnologia de utilizada para Wifi. Você deve se perguntar, mas porquê?
A resposta é que as ondas eletromagnéticas de frequência 2,4Ghz vão mais longe que as de 5Ghz, mesmo quando existem obstáculos no caminho.
Se você quer uma solução estável e veloz, sem o uso de repetidores para residências de até 900m2, essa é a solução.
Além de usar a tecnologia que propicia alcances maiores, esse roteador também têm três (3) antenas de 8Dbi.
Tudo para garantir maior estabilidade e alcance para internet em residências com muitas paredes e áreas maiores.
Cada antena é amplificada para até 5x a potência da maioria dos roteadores do mercado.

Mas não existe nenhum problema nesse roteador?

O maior problema para esse roteador é o fato de ser muito grande, você precisa reservar um grande espaço para o aparelho e suas antenas junto ao modem da sua operadora de internet.
O outro ponto negativo é reflexo dos seus pontos positivos, você não terá o benefício de baixas latências quando estiver próximo ao roteador, algo que você consegue com os modens que operam a 5Ghz.
Diga-se de passagem, os 2,4GHz não vão deixar você na mão a não ser que você seja um gamer profissional e com uma internet de altíssimo desempenho.
Outro ponto negativo é o fato de não possuir portas Gigabit, então sua internet ficaria capada nos 100mbps, isso se você tiver contratador uma internet superior a essa velocidade.
Além disso possui QoS que permite priorizar alguns tipos de conexões, como o de multimedia.
Se você precisa de estabilidade e velocidade sem necessidades muito específicas, escolha esse roteador.
Para configurá-lo você precisa colocar o modem/roteador da operadora em modo Bridge e conectar o novo roteador com cabo na saída de ethernet. Dá um pouco de trabalho, mas vale a pena!

Prós

  • 3 antenas de 8DBi: muita estabilidade e máximo alcance
  • Antenas amplificadas: ainda maior alcance
  • 450mbps de transferência máxima
  • QoS: Controle de prioridade Conexão
  • Controle Parental: bloqueio de sites

Contras

  • Equipamento de grandes dimensões
  • Preço alto
  • Apenas 2,4GHz

3° – TP-Link Archer C60

TP-Link Archer C60

Esse roteador da TP-Link apresenta uma velocidade total de 1350mbps, são até 450mbps para a conexão em 2.4GHz e até 867mbps para a conexão em 5GHz.
Na pratica é até 450mbps em conexões mais distantes do roteador e até 867mbps em conexões no mesmo ambiente do roteador.
Essa velocidade é a velocidade até o roteador, então para navegar na internet você estará limitado ao plano contratado em sua operadora de internet.
Mas pode ser usado ao máximo nos casos de você ter um servidor interno conectado à rede wifi ou se você compartilha dados pelo dropbox com outros usuários da rede.
Entre as funcionalidades desse roteador está o QoS que permite priorizar alguns tipos de conexões, como o de jogos por exemplo.
Com o controle parental você pode bloquear ou liberar o acesso a determinados sites da internet, ou que tenham determinada palavra no endereço.
Além disso apresenta rede de convidados, ideal se você quer permitir o acesso sem senha, mas com restrições de segurança para seus visitantes.
Esse roteador apresenta 5 antenas, 2 de 5GHz e 3 de 2,4GHz, alinhadas alternadamente, isso diminui a instabilidade do acesso quando ha muitos usuários, além de aumentar o alcance das conexões.
Como todo roteador que utilize o padrão 802.11AC, o roteador consegue direcionar o alcance para as regiões onde existem aparelhos conectados.

Prós

  • 5 antenas: grande estabilidade e alcance
  • até 250 usuários simultâneos
  • 5GHZ e 2,4Ghz: maior velocidade e menor latência
  • Antenas desalinhadas: maior estabilidade
  • 1350mbps de transferência máxima
  • QoS: Controle de prioridade Conexão
  • Controle Parental: bloqueio de sites
  • Acesso de Convidados: não distribua a senha para visitas

Contras

  • Preço alto

4° – D-Link DIR 822

D-Link DIR 822

Este também é um roteador com suporte ao padrão 802.11AC, ou seja, além de ter suporte a conexões de 2,4GHz e 5GHz.
Lembre para conectar em 5GHz você deve estar mais próximo do roteador para poder fazer uso do máximo da velocidade.
No entanto em 2,4GHz você terá uma velocidade um pouco menor mas com um alcance de distância maior.
A velocidade máxima do Dir 822 é 1200mbps, distribuídos entre as frequências de 2,4GHz e 5GHz.
Então um único aparelho não transmitirá o total da velocidade.
Mas dois dispositivos, um conectado em 2,4GHz e outro em 5GHz podem utilizar, somados a banda máxima de 1200mbps.
Lembre que a velocidade de conexão com a internet depende muito mais de seu pacote com a operadora de banda larga.
Mas pode-se utilizar a velocidade máxima na troca de arquivos entre dispositivos conectados na rede interna.
Este roteador também permite a conexão de visitantes, garantindo a segurança de sua rede sem que tenha que ser distribuída a senha do wifi para convidados.
Também permite a priorização de conexões, por exemplo reduzir a banda para as conexões de visitantes.
Possui 4 antenas, o que aumenta a estabilidade da rede para espaços maiores.
É um bom roteador, mas o Archer C60 é melhor!

Prós

  • 4 antenas: estabilidade e alcance médios
  • 5GHZ e 2,4Ghz: maior velocidade e menor latência
  • 1200mbps de transferência máxima
  • QoS: Controle de prioridade Conexão
  • Acesso de Convidados: não distribua a senha para visitas

Contras

  • Preço alto

5° – D-Link DIR 809

D-Link DIR 809

É o mais barato dessa lista que suporta o padrão AC. Possui 3 antenas 2 de 2,4GHz e 1 de 5GHz.
A velocidade máxima que esse roteador permite transferir é 750mbps o que uma ótima velocidade.
Sempre lembrando que no caso da conexão com a internet você está limitado a velocidade que recebe da sua operadora.
As 3 antenas permitem já uma boa estabilidade e aumentam o alcance da conexão.
Possui a função repetidor, então se você quer estender a sua rede que já está no padrão AC essa é uma boa alternativa.

Prós

  • Preço bom para o padrão 802.11AC
  • 5GHZ e 2,4Ghz: maior velocidade e menor latência
  • 750mbps de transferência máxima
  • 3 antenas: estabilidade e alcance médios
  • Função Repetidor: em conjunto com outro roteador, estende o alcance

Contras

  • Poucas funcionalidades extras

6° – TP-Link WR740N

TP-Link WR740N

Esse roteador é do padrão N ou 802.11N, dessa forma sua velocidade estará limitada a 300mbps.
Contudo, esse limite na verdade é muito superior aos serviços de internet disponíveis, o que o torna ainda uma boa opção.
Se sua internet é de 30mbps, não adianta ter um roteador muito mais veloz, a não ser que você tenha conexões entre os dispositivos que ficarão dentro da rede.
A coisa mais legal desse roteador é que ele apresenta uma entrada USB.
Isso permite que você compartilhe uma pendrive ou uma impressora com conexão USB diretamente do seu roteador.
Nesse caso a velocidade de 300mbps é interessante pois você pode ao mesmo tempo trafegar dados de uma pendrive e da internet ao mesmo tempo.
Apresenta 2 antenas para garantir maior estabilidade na sua conexão, em especial com múltiplos usuários.

Prós

  • Compartilhamento de USB: compartilha pen drives e impressoras na rede
  • 300mbps de transferência máxima

Contras

  • Preço alto para um 300mbps
  • 2 antenas: estabilidade e alcance básico
  • Poucas funcionalidades extras

7° – D-Link DIR-615

D-Link DIR-615

O Dir 615 é um roteador de bom custo-benefício em especial se você mora em em um lugar pequeno.
Sua velocidade é de 300mbps em 2,4GHz, o que é uma velocidade mais do que suficiente para distribuir a internet dentro de sua casa.
Seu alcance é um pouco menor que dos concorrentes acima, mas ainda significativo devido a suas 2 antenas de 5 dbi.
O diferencial desse para os próximos da lista é que esse apresenta a função repetidor.
Caso você venha a trocar de roteador ainda pode mantê-lo posteriormente para melhor o sinal de ambientes mais distantes da origem do sinal.

Prós

  • Preço baixo
  • 300mbps de transferência máxima
  • Função Repetidor: em conjunto com outro roteador, extende o alcance

Contras

  • 2 antenas: estabilidade e alcance básico

8° – TP-Link WR840N

TP-Link WR840N

Esse roteador assim como o anterior também apresenta um bom custo benefício.
Sua velocidade é também de 300mbps em 2,4GHz, velocidade de sobra para entregar a conexão de internet.
Seu pequeno diferencial é um QoS para IP, ou seja você pode aumentar ou diminuir a prioridade de conexão de alguns dos dispositivos conectados na sua rede.
Ou seja, pode aumentar a prioridade do seu computador de trabalho e reduzir para o Chromecast.
Suas 2 antenas viabilizam um bom alcance um um maior número de usuários simultâneos.

Prós

  • Preço baixo
  • 300mbps de transferência máxima
  • QoS de IP: prioridade de acesso para alguns ips

Contras

  • 2 antenas: estabilidade e alcance básico

9° – IntelBras WRN300

IntelBras WRN300

A Intelbras é uma marca brasileira reconhecida por sua qualidade, em especial no segmento de equipamentos para monitoramento e segurança.
Contudo, o WRN 300 ainda é uma boa opção para roteadores de 300mbps. Sua conexão é de 2,4GHz.
Ele é básico, não possui funcionalidades que o diferenciem.
Possui também 2 antenas para maior estabilidade a distancias médias e mais usuários ao mesmo tempo.

Prós

  • Preço baixo
  • 300mbps de transferência máxima

Contras

  • 2 antenas: estabilidade e alcance básico
  • Poucas funcionalidades extras

Conclusão: Qual o melhor roteador wireless?

Você deve ter notado que listamos apenas roteadores de 300mbps ou mais, primeiro porque a diferença de preço entre esses e os de 150mbps praticamente não existe.
E em segundo porque os de 300mbps ou mais normalmente já apresentam 2 antenas, o que não é tão comum nos de 150mbps.
E essas 2 antenas podem fazer a diferença para mais usuários conectados e melhor alcance de conexão.
Também não listamos os roteadores de altíssimo desempenho devido ao preço exorbitante.
Na prática você gastaria com eles mais de 2000 reais, com uma vantagem raramente notada pela maioria dos internautas.
Bom, vamos a pergunta: qual o melhor roteador wireless?
Para quem procura por velocidade extrema a melhor opção é o DIR 882, ainda tem um grande alcance, mas menos comparado o WR941HP.
Para todos os casos que estão com problemas na conexão; internet que não está chegando em determinados cômodos; ou Velocidade lenta longe do roteador, a escolha é o WR941HP, ele é o melhor para a maioria desses casos.
Archer C60 é o melhor roteador se você não precisa de grandes alcances, suas 5 antenas permitem maior alcance, estabilidade e velocidade não importa onde você esteja.
DIR 822 e o DIR 809 possuem velocidade semelhante, mas o 822 tem 4 antenas enquanto o 809 tem 3. Por isso o Dlink 822 ficou na frente.
Contudo, para a maioria das pessoas essa diferença será imperceptível.
Se você quer maior velocidade, latência menor, maior alcance e a possibilidade de múltiplos usuários diminuindo o impacto disso na estabilidade, fique com um desses 3 acima.
Ou seja, pequenas/médias empresas, residências com internautas muito ativos ou com jogadores, devem optar por um dos 3 primeiros roteadores.
WRN 740N é mais para pequenas empresas ou casas onde o compartilhamento de dispositivos (pen drives ou impressoras) é necessário.
Os três últimos roteadores (DIR 615WR840N e WRN300) são todos de 300mbps e mais básicos em sua configuração. Pequenas ou médias residências podem fazer uso destes sem nenhum prejuízo na estabilidade da conexão.
Então se você não uma necessidade específica, o mais interessante é que você Mostrar preço de cada um, e compre o mais barato desses três últimos.
Então o que você achou de nossas indicações? Sentiu falta de algum produto? Compartilhe nas redes sociais!

Robôs Aspiradores

Melhores Robôs Aspiradores
Os robôs aspiradores estão ficando populares no Brasil, mas você sabe qual é o melhor para comprar? Escolhemos os modelos que mais valem a pena para diferentes públicos.

Melhores Robôs Aspiradores para Comprar em 2021

1º – iRobot Roomba i7 Melhor robô aspirador Mostrar preço
2º – Eufy Robovac 11S Melhor custo benefício Mostrar preço
3º – Multilaser HO041 Barato, para limpezas leves Mostrar preço

Como escolher um robô aspirador?

Antes de escolher o robô aspirador ideal para você, é necessário saber se você realmente precisa ou gostaria de ter um. Vamos explicar como esse tipo de equipamento funciona para que você descubra se realmente vale a pena investir em algum modelo.

Robô aspirador funciona?

A resposta para essa pergunta é sim, mas com limitações! Precisamos deixar claro que para que o robô aspirador consiga fazer seu trabalho é necessário que ele esteja em um ambiente adequado.
O cenário ideal é um lugar com poucos obstáculos e piso plano. Tapetes muito altos, fios e objetos jogados podem atrapalhar o funcionamento adequado do robô.
Na nossa visão, esse tipo de robô não substitui uma limpeza pesada, sua principal qualidade é a capacidade de manter a casa limpa por um período maior de tempo.
Uma boa alternativa pode ser utilizar um bom aspirador vertical para fazer a limpeza e periodicamente ativar o robô aspirador de pó para que sua casa fique sempre em dia.

O que levar em consideração?

Vamos então ver algumas características que você deve prestar atenção na hora da escolha do modelo ideal.

Poder de sucção

Indica a capacidade que o robô tem de sugar a sujeira. Obviamente robôs com maior poder de sucção serão capazes de limpar sujeiras mais pesadas.

Sensores e navegação

Esses sensores são essenciais para que o robô aspirador seja capaz de detectar obstáculos durante o funcionamento. Um bom sistema de navegação torna o equipamento muito mais eficiente.
Afinal de contas, ninguém quer ficar cuidando se o robô aspirador ficou preso em algum objeto impossibilitando-o de continuar a limpeza do piso.

Capacidade do recipiente

Indica a quantidade de poeira que o equipamento consegue armazenar enquanto faz a limpeza. Quanto maior o reservatório, maior será o intervalo de tempo entre uma limpeza manual e outra.

Filtro HEPA

É um tipo de filtro com tecnologia diferenciada que promete remover até 99,9% das impurezas. Aspiradores com esse tipo de filtro são recomendados para pessoas problemas alérgicos respiratórios.

Nível de ruído

Geralmente os aspiradores de pó fazem bastante barulho, no caso dos robôs isso é um problema menor já que são equipamentos de potência baixa.
Mesmo assim é um ponto a ser levado em conta, vemos bastante diferença entre alguns modelos neste quesito.

Funções extras

Antes de escolher seu robô é importante que você se informe sobre funções extras presentes nos modelos. Algumas dessas funções visam atender necessidades específicas de usuários.
Algumas funções interessantes são, a capacidade de identificar os lugares mais sujos, a possibilidade de programação de dia e horário, o recarregamento automático através de uma base fixa ou até o controle a distância feito através de uma integração com um aplicativo.

1° – iRobot Roomba i7

iRobot Roomba i7

O Roomba i7 é o novo campeão da nossa lista de melhores robôs aspiradores. Ele é simplesmente a opção mais avançada disponível no mercado brasileiro dentro deste segmento.
Primeiramente nota-se um acabamento de primeira linha no modelo. Materiais de alta qualidade que passam uma sensação muito nítida de durabilidade. Certamente um produto para você utilizar por vários anos.
Em termos de eficácia também não há o que reclamar, ele tem um alto poder de sucção conseguindo eliminar até mesmo as sujeiras mais grosseiras. Isso tudo fazendo pouquíssimo barulho.
As funções de navegação são extremamente completas, você consegue programar dias e horários, escolher entre diversos modos de limpeza, personalizar o funcionamento do robô aspirador e até obter relatórios. Tudo através do seu smartphone!
Mas o grande atrativo do Roomba i7 está na sua base. Além de utilizá-la para fazer as recargas de bateria sozinho o robô também pode esvaziar o seu reservatório sem nenhum tipo de auxílio humano.
Depois de configurar o equipamento você seguramente não precisará tocar nele por muito tempo! É um produto extremamente cômodo principalmente para quem não passa muito tempo em casa no dia-a-dia.
Mas temos que falar do ponto negativo do Roomba i7 não é mesmo e você já deve estar imaginando qual seria. Isso mesmo! o PREÇO! É a melhor e também a mais cara opção do mercado.
A marca até vende o modelo sem a sua base que fica um pouco mais em conta, mas na nossa opinião não vale a pena comprar esse robô aspirador sem seu maior atrativo não é mesmo?!

Prós

  • Altíssimo poder de sucção
  • Com filtro HEPA
  • Acabamento de primeira
  • Sistema avançado de navegação
  • Volta para base para recarregar
  • Alto nível de personalização e programação de limpeza
  • Esvazia o reservatório automaticamente

Contras

  • Preço alto

2° – Eufy Robovac 11S

Eufy Robovac 11S

O Eufy Robovac 11S é o novo campeão do nosso comparativo no quesito custo-benefício. O modelo traz uma ótima qualidade construtiva, é bem silencioso e tem um preço extremamente convidativo.
Apesar de ser um produto recente aqui no Brasil o Eufy Robovac 11S já é bem conhecido no exterior e acumula boas opiniões tanto de consumidores quanto de reviewers famosos.
Um dos destaques do 11S é o poder de sucção. Os testes revelaram que o modelo é capaz de remover em média 70% mesmo com sujeiras grosseiras. Nesse ponto o modelo é de longe o melhor da categoria.
A recarga automática também está presente. Assim que o equipamento fica com baixo nível de bateria ele retorna sozinho para a base para se reabastecer de energia.
O sistema de navegação é ótimo e permite que o robô percorra de forma consistente a área da residência mesmo com bastante obstáculos.
Além disso a estrutura compacta e as rodas largas ajudam a evitar que o aspirador fique preso durante o processo de limpeza. Ele é capaz até mesmo de vencer pequenos desníveis no piso.
Todas as funcionalidades são ativadas e configuradas através de um pequeno controle remoto bem simples de usar.
Além de tudo isso, o modelo conta ainda com baixo nível de ruído (55Db), um reservatório de alta capacidade (0,6L) e uma autonomia de bateria acima da média (100 minutos).
Os pontos negativos do Robovac 11S são: o dispositivo não possui integração com aplicativos de celulares e nem filtro HEPA como vemos em outros robôs aspiradores.
Ainda assim trata-se do modelo mais completo dentro da faixa de preço. Ele é eficaz e durável. Atualmente o Eufy Robovac 11S está custando cerca de R$1200 nas lojas online brasileiras.

Prós

  • Compacto
  • Alto poder de sucção
  • Baixo nível de ruído
  • Boa qualidade construtiva
  • Com controle remoto
  • Bom sistema de navegação
  • Retorna à base para recarga
  • Boa autonomia de bateria

Contras

  • Não possui aplicativo
  • Sem filtro HEPA

3° – Multilaser HO041

Multilaser HO041

Para finalizar separamos uma opção para quem procura um robô aspirador barato. O Multilaser HO041 tem um ótimo preço e funciona bem para quem busca um equipamento para limpezas leves.
Apesar de não conseguir retirar as sujeiras mais grossas, o HO041 obtém um resultado final satisfatório e sem fazer muito barulho. Isso certamente se dá pelo fato do robô não precisar de alta potência resultando em um baixo nível de ruído.
O acabamento é simples e o sistema de navegação também, mas isso se justifica pelo preço do produto. Se você busca um robô aspirador com funcionalidades mais avançadas talvez prefira algum dos outros dois da nossa lista.
A autonomia da bateria aqui agrada bastante, o pequenino consegue ficar até duas horas seguidas limpando um cômodo. A má notícia é que ao ficar sem energia você precisará pegá-lo e colocá-lo para carregar em alguma tomada.
Então, quer um robô aspirador básico e baratinho? Não tenha dúvidas, o Multilaser HO041 é o modelo que se encaixa perfeitamente na sua expectativa!

Prós

  • Barato
  • Silencioso
  • Boa duração de bateria

Contras

  • Limpa apenas sujeiras leves
  • Baixa capacidade do recipiente

Conclusão: qual o melhor robô aspirador?

Escolhemos três diferentes modelos tentando atender a maior quantidade possível de necessidades com relação a esse tipo de produto.
Se você busca o modelo mais potente, com sensores avançados, maior número de funções extras e não se importa em investir bastante dinheiro para isso, sugerimos o Roomba i7.
Já para quem está em busca de uma robô aspirador muito eficaz, durável e preza pelo custo benefício. Selecionamos o Eufy Robovac 11S, ele custa muito menos que primeiro e tem funcionamento exemplar.
E por fim uma opção para quem quer gastar o mínimo possível e procura um robô apenas para fazer limpezas leves, como eliminar a poeira do chão por exemplo. Sugerimos o Multilaser HO041 neste caso!
Espero que nossas dicas e indicações tenham sido úteis para sua pesquisa de compra. Qualquer dúvida é só deixar no campo dos comentários. Ficaremos felizes em ajudar. Boa compra!

Purificadores de Água

Melhores Purificadores de Água
Neste artigo apresentamos os melhores purificadores de água disponíveis no mercado. Beber água é fundamental para manter a saúde em dia, mas tem que ser uma água de boa qualidade, livre de contaminações. E um bom purificador garante (ou deveria garantir) essa água livre de resíduos físicos, micro-organismos e excesso de cloro.
Portanto, na hora de escolher um purificador de água, os itens básicos a considerar são: eficiência bacteriológica, retenção de partículas e redução de cloro livre, atestados pelo selo do INMETRO.

Melhores Purificadores de Água para Comprar em 2021

1º – Consul CPB36 Melhor purificador de água Mostrar preço
2º – Consul CPB34 Melhor custo-benefício Mostrar preço
3º – Consul CPC31 Água natural com filtragem máxima Mostrar preço
4º – Latina PA355 Muita água gelada e bom preço Mostrar preço
5º – IBBL Expert Q Com água quente Mostrar preço
6º – Lorenzetti Vitale Compacto e baratíssimo Mostrar preço
7º – 3M Aqualar AP200 Filtro multiuso Mostrar preço

No que prestar atenção na hora de escolher um purificador de água?

Retenção de partículas é a capacidade do purificador barrar a passagem de resíduos como ferrugem, argila, areia, entre outros.
Há 6 níveis de retenção de partículas, de “A” (anteriormente P-I), que indica eficiência máxima, até F (pior desempenho).
Para ter uma ideia, um purificador com retenção de partículas classificação “A”, consegue impedir a passagem de elementos com tamanho entre 0,5 e 1µm (milésimo de milímetro). Sendo que um grão de areia costuma medir de 200 a 500µm.
Já a retenção de cloro livre se refere ao purificador ser capaz de retirar o excesso de cloro da água (usado no processo de tratamento das companhias de abastecimento).
Neste quesito, o selo do INMETRO apenas certifica se a função está ou não presente, sem escala de eficiência (que antes variava de C1 a C3).
Quanto ao item “eficiência bacteriológica”, surpreende o fato de que boa parte dos purificadores comercializados não possui esta certificação (incluindo alguns modelos bem caros).
Como o próprio nome indica, esta função se refere à eliminação de bactérias e outros micro-organismos da água.
Na elaboração dessa lista, levamos em consideração: melhoria da qualidade da água, durabilidade e preço do refil, o fornecimento ou não de água gelada, outras funcionalidades, como aviso de troca de refil e, obviamente, a relação custo-benefício de cada produto.

1° – Consul CPB36

Consul CPB36

O Consul CPB36 é na nossa visão o purificador de água que mais se aproxima do ideal.

A sua eficiência máxima em filtragem juntamente com a refrigeração por compressor colocam esse como um dos produtos mais completos do mercado no segmento.

A capacidade de refrigeração é de 1,7l/h, número bastante satisfatório. Alguns outros modelos conseguem oferecer mais nesse aspecto, porém nenhum desses concorrentes atingiu notas máxima em purificação.

O CPB36 é classe “A” em retenção de partículas, possui redução de cloro livre e conta com eficiência bacteriológica segundo o INMETRO. A vida útil nominal do refil é de 2250 litros ou 6 meses e ele custa cerca e R$100.

O indicador de troca de refil também está presente neste modelo e é uma funcionalidade que julgamos importante nos purificadores. Ela evita substituições precoces ou atrasadas dos filtros, tornando o uso mais eficiente.

Como pontos negativos destacamos o preço alto, as dimensões elevadas e o nível de ruído que é um pouco acima da média.

Também vale ressaltar que atualmente o modelo está com disponibilidade baixa no mercado. Encontramos ele em poucas lojas e sem todas opções de cores ou voltagens.

Prós

  • Classe “A” em retenção de partículas
  • Com eficiência bacteriológica
  • Com redução de cloro livre
  • Alto fornecimento de água gelada (1,7l/h)
  • Com indicação de troca do refil

Contras

  • Dimensões elevadas
  • Relativamente ruidoso
  • Preço alto

2° – Consul CPB34

Consul CPB34

No quesito custo-benefício escolhemos o CPB34 também da Consul. Além de ter um preço conveniente ele possui classificação máxima de filtragem e fornece água gelada mesmo que em pouco volume.

A refrigeração aqui é feita por meio de uma placa eletrônica, apesar de ser mais silencioso e ocupar menos espaço esse sistema tem baixa capacidade de resfriamento. Aqui são apenas 0,2 litros por hora.

Por esse motivo não recomendamos o CPB34 para famílias grandes, para quem mora em locais mais quentes ou até para quem costuma consumir muita água gelada.

Já a qualidade de filtragem é excelente, retenção de partículas classe “A”, com redução de cloro livre e aprovado em eficiência bacteriológica. Por outro lado consideramos a vida útil do refil baixa, 1500 litros ou 6 meses.

Assim que acender o indicador de troca será necessário investir cerca de R$100 para substituir o filtro do purificador.

Outra ressalva que fazemos é com relação a uma reclamação relativamente frequente dos compradores. Eles relatam que de vez em quando o botão de acionamento fica emperrado comprometendo o uso adequado do CPB34.

Não é algo que inutilize o eletrodoméstico e nem ocorre para todos os usuários mas pode sim acabar incomodando algumas pessoas mais detalhistas.

Prós

  • Classe “A” em retenção de partículas
  • Com eficiência bacteriológica
  • Com redução de cloro livre
  • Boa relação custo-benefício

Contras

  • Alguns relatos de problemas no botão de acionamento
  • Baixo fornecimento de água gelada
  • Baixa vida útil do refil (1500 litros)

3° – Consul CPC31

Consul CPC31

Nossa recomendação para quem não quer água gelada mas preza pela excelência em purificação é o CPBC31.

Ele utiliza o mesmo elemento filtrante do segundo da lista, o CPB34. Por isso também é classe “A” em retenção de partículas, possui redução de cloro livre e é aprovado em eficiência bacteriológica.

A diferença é que o CPC31 não possui nenhum sistema de refrigeração. Apesar da óbvia desvantagem de não fornecer água gelada, isso acaba trazendo alguns pontos positivos também.

Ele é mais barato, não necessita de energia elétrica e tem dimensões reduzidas sendo mais fácil encontrar um local adequado para instalá-lo.

O filtro tem vida útil de 1500 litros, um pouco abaixo da maioria dos concorrentes. Além disso o refil também é relativamente caro, custa cerca de R$100.

Por fim é importante mencionar que alguns consumidores reclamam do botão de acionamento ser frágil.

Não se trata de um problema gravíssimo, ainda consideramos ele uma ótima compra. Mas tenha em mente que ao adquiri-lo você precisará tomar um pouco mais de cuidado ao utilizá-lo no dia a dia.

Prós

  • Classe “A” em retenção de partículas
  • Com eficiência bacteriológica
  • Com redução de cloro livre
  • Compacto
  • Não utiliza energia elétrica

Contras

  • Botão de acionamento relativamente frágil
  • Baixa vida útil do refil (1500 litros)

4° – Latina PA355

Latina PA355

O PA355 da Latina é uma ótima opção para quem procura um purificador com bom preço e alta capacidade de fornecimento de água gelada.

Ele utiliza um sistema com compressor e é capaz de refrigerar 2,1 litros de água por hora. Número superior até mesmo ao campeão da análise.

Por outro lado a capacidade de filtragem dele é mediana. Ele é classe “C” em retenção de partículas, possui redução de cloro livre porém não conta com eficiência bacteriológica.

O filtro tem ótima durabilidade, são 3000 litros de vida útil. Aliás também se trata de um dos refis mais baratos do mercado custando algo em torno de R$40, facilmente encontrado nas lojas online.

Contudo, o PA355 não possui a função de indicação de troca de refil. Então você precisará ficar atento à qualidade da água para fazer as trocas de maneira eficiente.

Prós

  • Fornece muita água gelada (2,1l/h)
  • Filtro com boa vida útil (3000l)
  • Refil barato
  • Boa relação custo-benefício
  • Com redução de cloro livre

Contras

  • Sem indicação de troca de refil
  • Classe “C” em retenção de partículas
  • Sem eficiência bacteriológica

5° – IBBL Expert Q

IBBL Expert Q

O Expert Q da IBBL é um dos raros modelos de purificadores capazes de fornecer água quente. Além disso ele tem filtragem satisfatória e por ser refrigerado por compressor consegue entregar boa quantidade de água gelada.

O modelo é classe “C” em retenção de partículas, tem redução de cloro livre e é aprovado em eficiência bacteriológica. Não é o ideal, mas está um pouco à frente da maioria dos concorrentes principalmente pela eficiência em eliminar bactérias.

A vida útil do filtro também agrada, são 3000 litros ou 6 meses de durabilidade. Contudo o preço do refil é um dos mais altos do mercado custando em média R$120.

O IBBL Expert Q tem capacidade de fornecimento de água gelada de 1,08 litros por hora. Não é o melhor nesse quesito, mas é um ponto forte se compararmos aos modelos refrigerados por placa eletrônica.

Trata-se de um purificador com um pouco mais de tecnologia, os botões são touch e a qualidade de acabamento é acima da média. O indicador de troca de refil também está presente através de um pequeno LED no painel.

Prós

  • Fornece água quente
  • Fornece bastante água gelada (1,08l/h)
  • Filtro com boa vida útil (3000l)
  • Com redução de cloro livre
  • Com eficiência bacteriológica
  • Com indicador de troca de refil

Contras

  • Preço alto
  • Refil relativamente caro
  • Classe “C” em retenção de partículas

6° – Lorenzetti Vitale

Lorenzetti Vitale

Entre os modelos compactos escolhemos o Lerenzetti Vitale como a melhor opção. Ele tem um preço baixo, é compacto e o refil está entre os mais acessíveis do mercado.

A qualidade de filtragem é básica, classe “D” em retenção de partículas, com redução de cloro e sem eficiência bacteriológica.

O filtro tem vida útil de 1000 litros ou 6 meses de uso. Apesar de ser um número baixo o preço reduzido do refil reduz muito o gasto desta manutenção, é possível encontrá-lo por pouco mais de R$20 como neste link.

Também é importante ressaltar que o Vitale não conta com indicador de troca de refil o que dificulta bastante a percepção da necessidade de substituição.

É um modelo simples, ideal para quem tem pouco espaço, não precisa de água gelada e quer investir o mínimo possível para ter uma água de melhor qualidade.

Prós

  • Preço muito atrativo
  • Compacto
  • Refil muito barato
  • Com redução de cloro livre
  • Não utiliza energia elétrica

Contras

  • Classe “D” em retenção de partículas
  • Sem eficiência bacteriológica
  • Sem indicação de troca de refil
  • Baixa vida útil do refil (1000 litros)

7° – 3M Aqualar AP200

3M Aqualar AP200

Apesar de não ser exatamente um purificador de água, o 3M Aqualar AP200 pode ser uma solução interessante para algumas pessoas.

Trata-se de um filtro multiuso que permite que você melhore a qualidade da água para fornecimento em diversos equipamentos como torneiras, bebedouros, máquinas de café e etc.

A possibilidade de instalá-lo embaixo do balcão pode ser um atrativo para quem quer água purificada sem alterar o visual de sua cozinha. Além disso apesar de ocupar espaço dentro do balcão, não é necessário reservar um local específico na cozinha como os purificadores comuns.

A qualidade de filtragem é simples, infelizmente não temos filtros mais avançados para as opções de purificadores baratos como é esse aqui.

Ele é classe “D” em retenção de partículas, tem redução de cloro livre mas não conta com eficiência bacteriológica. Porém apesar de não ter indicador de troca, o refil tem boa vida útil, 2500 litros e é muito barato, cerca de R$30.

Prós

  • Preço muito atrativo
  • Pode ser instalado em diversos tipos de equipamentos
  • Com redução de cloro livre
  • Refil muito barato
  • Compacto
  • Não utiliza energia elétrica

Contras

  • Classe “D” em retenção de partículas
  • Sem eficiência bacteriológica
  • Sem indicação de troca de refil

Conclusão: afinal, qual é o melhor purificador de água?

A resposta para essa pergunta vai depender das necessidades específicas e preferências de cada consumidor.

Embora o nível de retenção de partículas e a eficiência bacteriológica sejam itens básicos a considerar, em tese, a água fornecida pelas companhias de abastecimento já vem própria para consumo.

Tendo isso em mente, pode-se dizer que o purificador faz apenas uma complementação, retirando o excesso de cloro, resíduos originados nas tubulações e alguns micro-organismos.

Por esse motivo, também incluímos na análise modelos sem eficiência bacteriológica certificada, porém excluímos aparelhos com retenção de partículas abaixo de “D”.

Muitos produtos alegam benefícios como reposição de minerais e controle do desenvolvimento de micro-organismos (bacteriostáticos), entretanto essas propriedades não são atestadas pelo INMETRO.

Reconhecemos que escolher um purificador de água pode ser uma tarefa realmente difícil, porque muitas vezes os dados básicos não constam nas descrições dos aparelhos disponíveis na internet.

Além disso, nem sempre o consumidor sabe quais quesitos considerar e se sente perdido com o excesso de informações.

Esperamos que este guia tenha sido útil para tornar essa tarefa menos árdua.

Projetores

Melhores Projetores
Procurando o melhor projetor para filmes, games, sala de aula ou até para igreja? Vasculhamos o mercado e separamos as melhores compras disponíveis nesse segmento atualmente.

Melhores Projetores de Vídeo para Comprar em 2021

1º – ViewSonic PX700HD Melhor projetor Mostrar preço
2º – BenQ MX550 Melhor custo benefício Mostrar preço
3º – LG CineBeam PH450U Melhor mini projetor Mostrar preço
4º – Unic UC68+ Opção de baixo preço Mostrar preço
O objetivo da nossa análise é encontrar as melhores opções de projetor para a maioria dos consumidores.
Por esse motivo resolvemos excluir os modelos de produtos com um custo fora da realidade dos brasileiros.
É o caso dos projetores 4K, é possível encontrar modelos custando cerca de R$18000.
Então se você está procurando por projetores de altíssimo nível para uso profissional especializado, este artigo não é para você.
Mas se o que você busca é um projetor bom por um preço “justo”, você está no lugar certo!
Bom, vamos então para os detalhes dos escolhidos!

1° – ViewSonic PX700HD

ViewSonic PX700HD

O ViewSonic PX700HD conquistou o primeiro lugar do nosso comparativo por unir alta qualidade de imagem, conectividade e construção de primeira linha.
A marca apesar de não ser muito conhecida aqui no Brasil é bastante conceituada no ramo em diversos outros países.
Ficha técnica:
  • Brilho: 3500 lúmens
  • Contraste: 12.000:1
  • Resolução nativa: 1920×1080
  • Áudio: 2W Mono
  • Vida útil da lâmpada: até 15000 horas
  • Conexões: HDMI, USB, VGA, P2, Mini USB
O bom nível de brilho e o alto contraste garantem que o PX700HD possa ser utilizado em praticamente qualquer ambiente.
Já a resolução Full HD nativa contribui para uma excelente qualidade de imagem.
Além disso o modelo conta com várias opções de conexões permitindo integrá-lo facilmente com outros dispositivos.
Apesar de não ser a maior vida útil de lâmpada do mercado temos uma durabilidade bastante satisfatória, são 15 mil horas.
Os pontos negativos vão para o preço, que é um pouco salgado e para as dimensões elevadas do projetor.

Prós

  • Excelente qualidade de imagem
  • Resolução Full HD
  • Bom nível de brilho
  • Construção robusta

Contras

  • Dimensões elevadas

2° – BenQ MX550

BenQ MX550

O BenQ MX550 foi escolhido por apresentar a melhor relação custo-benefício.
Ele entrega um conjunto de especificações equilibrado por um preço bastante atrativo.
A BenQ é outra marca que apesar de não ser conhecida no nosso paí conta com produtos de excelente qualidade em diferentes segmentos.
Ficha técnica:
  • Brilho: 3600 lúmens
  • Contraste: 20.000:1
  • Resolução nativa: 1024×768
  • Áudio: 2W Mono
  • Vida útil da lâmpada: até 10000 horas
  • Conexões: HDMI, USB, VGA, P2, Mini USB
Como você vê na ficha técnica o MX550 conta com ótimas taxas de brilho e contraste.
Essa combinação torna o projetor eficiente tanto para ambientes escuros quanto para ambientes mais claros.
As diversas conexões não trazem qualquer tipo de problema na hora de ligá-lo a outros equipamentos.
E a vida útil da lâmpada é aceitável, apesar de ser menor que a de alguns concorrentes.
A resolução nativa aqui é apenas 1024×768, mas o modelo é compatível com resoluções maiores apesar de não ser o mais adequado.
O BenQ MX550 custa atualmente cerca de R$2000 e é uma ótima opção para quem quer um bom projetor sem investir muito dinheiro.

Prós

  • Boa relação custo benefício
  • Construção robusta
  • Alto nível de brilho
  • Alto contraste

Contras

  • Baixa resolução nativa
  • Vida útil da lâmpada poderia ser maior

3° – LG CineBeam PH450U

LG CineBeam PH450U

Na categoria dos mini projetores escolhemos o LG CineBeam como a melhor opção.
Ele tem boa qualidade de imagem e é extremamente portátil!
É sem dúvidas a melhor opção do mercado para quem precisa levar o projetor para lugares diferentes com frequência.
Ficha técnica:
  • Brilho: 450 lúmens
  • Contraste: 100.000:1
  • Resolução nativa: 1280×720
  • Áudio: N/A
  • Vida útil da lâmpada: até 30000 horas
  • Conexões: HDMI, USB, P2
O baixo nível de brilho como você vê na ficha técnica é um ponto negativo do LG PH450U.
Ele acaba não sendo uma boa opção para quem deseja utilizar o projetor em ambientes muito iluminados.
Por outro lado o altíssimo contraste acaba compensando um pouco o baixo brilho do projetor.
A resolução de 1280×720 é bem interessante já que utiliza a proporção 16:9, compatível com a maioria dos conteúdos atuais.
Mas sem dúvidas os grandes trunfos deste modelo são sua portabilidade e conectividade.
Com o wireless e o bluetooth é possível transmitir conteúdo em tempo real sem a necessidade de fios.
Além disso ele é pequeno, leve e pode ser posicionado em praticamente qualquer parede.
É realmente muito prático!

Prós

  • Com conversor de TV digital
  • Muito portátil
  • Altíssimo contraste
  • Alta durabilidade da lâmpada
  • Conectividade sem fio

Contras

  • Baixo nível de brilho
  • Preço relativamente alto

4° – Unic UC68+

Unic UC68+

Se você quer um projetor básico, apenas para testar e quer gastar o mínimo possível, o Unic UC68+ é a escolha certa.
Ele funciona adequadamente e custa muito menos que a maioria dos projetores do mercado.
Ficha técnica:
  • Brilho: 1800 lúmens
  • Contraste: 800:1
  • Resolução nativa: 800×480
  • Áudio: 1W Mono
  • Vida útil da lâmpada: até 20000 horas
  • Conexões: HDMI, USB, SD, VGA, AV, IR
A qualidade de imagem é ok, mas não espere filmes com alta definição nesse projetor.
Apesar de ter um bom brilho, a baixa resolução e o baixo nível de contraste acabam fazendo falta no UC68+.
Por outro lado a quantidade de conexões disponíveis é bem satisfatória, você poderá ligá-lo a diferentes dispositivos.
Além disso temos um lâmpada de alta durabilidade aqui, são até 20000 sem precisar trocar.
Claro que se trata de uma opção bem básica, mas o preço é realmente um diferencial do modelo, você leva um para casa por cerca de R$400.

Prós

  • Preço baixo
  • Bom brilho para o preço
  • Longa vida útil da lâmpada
  • Boa conectividade

Contras

  • Baixa resolução
  • Baixo nível de contraste

Então qual o melhor projetor?

Vai depender da sua real necessidade com o aparelho!
Escolhemos quatro modelo com qualidades específicas buscando ajudar o maior número de pessoas.
ViewSonic PX700HD é na nossa opinião a melhor opção do mercado.
Ele tem ótima qualidade de imagem, construção extremamente durável e diversos tipos de conexões diferentes.
Para quem preza pelo custo benefício indicamos o BenQ MX550.
Ele fica um pouco abaixo do primeiro em termos de qualidade de imagem, mas custa bem menos e também é um produto de alta durabilidade.
Para quem precisa de um projetor portátil indicamos o LG CineBeam PH450U como melhor compra.
Ele é extremamente prático e entrega uma qualidade surpreendente para o seu tamanho.
Por fim adicionamos uma opção baratinha para quem quer um projetor para “brincar”.
Unic UC68+ custa uma fração do preço médio dos projetores e funciona bem para quem não é exigente.

Processadores de Alimentos

Melhores Processadores de Alimentos
Avaliamos todas as opções e destacamos os melhores processadores de alimentos para se comprar. Escolhemos opções para diferentes tipos de consumidores.

Melhores Processadores de Alimentos para Comprar em 2021

1º – Philips Walita RI7636 Melhor processador de alimentos Mostrar preço
2º – Tramontina Slice Pro Melhor processador de alimentos profissional Mostrar preço
3º – Oster Chrome Melhor mini processador de alimentos Mostrar preço
4º – Black+Decker MP200V-BR Melhor processador de alimentos antiodor Mostrar preço
5º – Hamilton Beach 36533BZ Melhor processador de alimentos para bebê Mostrar preço
6º – Lenoxx Pratic Processador de alimentos com melhor preço Mostrar preço

1° – Philips Walita RI7636

Philips Walita RI7636

O Philips Walita RI7636 conquistou nosso primeiro lugar pela sua multi funcionalidade, praticidade e qualidade segundo usuários que o adquiriram.

A potência é de 750w, uma capacidade ideal para triturar diversos tipos de alimentos sem problemas.

Sua capacidade também é uma vantagem, aceitando uma boa quantidade. O triturador tem capacidade de de 1,3L enquanto o liquidificador de 1,5L.

Devido ao fato de ser um multiprocessador, ele acompanha acessórios para processador e liquidificador, tornando suas funções diversas.

O kit que acompanha o produto, composto por discos e lâminas, é bem completo e possibilita as mais variadas formas de processamento

Algumas delas: liquidificar, espremer, fazer batata palito, ralar, fatiar, granular, bater claras em neve e bater massas leves.

Mas como nada é perfeito, esse processador de alimentos também tem seus defeitos. A começar pelo preço, praticamente inacessível para a maioria dos consumidores.

Outro ponto que vale ser ressaltado, é quanto à voltagem. Ele não é bivolt, por isso é muito importante se atentar à voltagem da sua casa antes de realizar a compra.

Mesmo assim trata-se de uma compra extremamente segura nesse segmento. É o processador de alimentos para comprar e não se preocupar por um longo tempo.

Prós

  • Multifuncional
  • Prático
  • Completo

Contras

  • Preço relativamente alto
  • Não é bivolt

2° – Tramontina Slice Pro

Tramontina Slice Pro

O Tramontina Slice Pro 69020 é o processador de alimentos com maior potência do mercado, além disso ele possui um acabamento excelente e boa capacidade. Essas qualidades deram a ele a segunda posição na nossa lista.

São 1200w de potência, que o tornam um processador capaz de cortar qualquer tipo de alimento que for necessário. Além disso a capacidade apesar de menor que no processador campeão também é alta, são 3,7L.

A construção em alumínio fundido além de deixar o produto com um design muito bonito também o torna resistente. Assim como o modelo da KitchenAind é um equipamento que pode ser usado para trabalhos pesados e com muita frequência sem problema algum.

Em termos de segurança ele também não deixa a desejar, uma trava está presente para que o processador funcione somente com o copo na posição correta.
Além de tudo isso o Slice Pro ainda conta com uma grande quantidade de acessórios que trazem versatilidade ao funcionamento. Permitindo que o usuário realize qualquer tipo de corte que quiser nos alimentos.

A única ressalva que precisamos fazer é com relação ao preço, é altíssimo. Chega a custar mais até mesmo que o primeiro da lista. Sabemos muito bem que nem todos podem comprar um processador como este.

Então continue lendo e veja as outras opções com melhores preços que indicamos!

Prós

  • Muito potente
  • Alta capacidade
  • Ótimo acabamento
  • Com trava de segurança

Contras

  • Preço alto

3° – Oster Chrome

Oster Chrome

Está em busca de um processador mais básico, para quantidades menores e que não custe muito caro? O Mini Processador Chrome Oster é a escolha perfeita para você.

Como o próprio nome diz, ele é um equipamento para uso mais leve.

São 125w de potência o que, apesar de um número baixo, serve muito bem para picar, moer e triturar até alguns alimentos mais duros.

Ele é composto por 2 velocidades, alta e baixa, e capacidade de 700 ml.

Quanto à segurança, ele conta com trava de segurança que impede o uso inadequado de crianças ou acidentes a quem estiver usando.

As únicas características negativas são em relação à potência e alguns relatos da hélice se movendo.

A relação com sua baixa potência e o uso do equipamento, é que ele não consegue trabalhar em grande quantidade.

O mais importante para poder usufruir dele é saber ter paciência para triturar pequenas porções.

A helíce subindo, segundo usuários, não chega a atrapalhar o uso do produto nem ser um risco, por ele só funcionar com a tampa fechada. Porém, ainda assim, vale à pena destacar.

Uma excelente opção para quem busca um produto mais básico e compacto.

Prós

  • Compacto
  • Barato
  • Design bonito
  • Trava de segurança

Contras

  • Baixa potência
  • Não é recomendado para alimentos duros

4° – Black+Decker MP200V-BR

Black+Decker MP200V-BR

O mini processador Black+Decker domina nosso ranking como o melhor anti odor.

Essa característica se dá devido à sua tigela de vidro com capacidade de 1,2L.

Diferente das demais, com material plástico, o vidro não permite que se fixem odores e fiquem impregnados. Ao lavar, os resíduos são totalmente eliminados.

A base com anel antiderrapante é ótima para essa característica, pois evita que o recipiente se mova e acidentes aconteçam.

Sua potência de 200w, embora não muito alta, utiliza duas lâminas para cortar diferentes alimentos em segundos.

Ele possui 1 velocidade, sendo ela o botão pulsar.

Localizado na parte superior, é fácil de pressionar o botão.

Segundo usuários, o ruído ao processar os alimentos é mínimo.

O aspecto negativo, por sua vez, fica por conta da falta de trava de segurança.

Prós

  • Compacto
  • Fácil de usar
  • Baixo nível de ruído

Contras

  • Potência média
  • Sem trava de segurança

5° – Hamilton Beach 36533BZ

Hamilton Beach 36533BZ

Este processador é ideal para quem tem bebê em casa.

Isso por ser o modelo mais versátil da nossa lista, com as funções de cozinhar a vapor, triturar, ralar, fatiar e preparar purê.

Sua tigela tem capacidade de 1,25 litros.

Dentre as melhores características do produto, está a quantidade de acessórios que o acompanham.

Dentre eles: lâmina dupla, disco reversível, tigela para cozinhar legumes à vapor e dois suportes com 10 potes de 85ml cada para armazenar a papinha.

Ambos os suportes são acopláveis e são permitidos irem ao congelador e micro-ondas para congelamento e aquecimento.

É um ótimo produto, tanto para uso adulto, quanto infantil.

Porém, se destaca mais no último pela quantidade de facilidade e agilidade que traz no momento de preparar as refeições.

Tem uma potência diga-se baixa, 175w. Porém, para o uso o qual é indicado, é um ótimo número e supre muito bem seu propósito.

Além disso parte dos acessórios, como os discos, podem ser colocadas na lava louças.

Não se trata de um produto bivolt, por isso, preste bem atenção a esse detalhe no momento da compra.

Prós

  • Diversos acessórios
  • Várias funções
  • Discos podem ser lavados na lava louça
  • Tigela para legumes

Contras

  • Baixa potência
  • Não é bivolt
  • Não serve para alimentos muito duros

6° – Lenoxx Pratic

Lenoxx Pratic

O Miniprocessador Pratic domina o ranking no quesito preço.

Seu preço gira em torno de R$90 a R$120 reais, e é um dos menores do mercado. Em alguns momentos, pode chegar ao valor de até R$70.

Dono de uma potência de 100w, é ideal para quem busca um produto compacto e para uso mais leve.

Ele pica, moe e tritura com 2 velocidades e botão pulsar.

Sua lâmina de aço inoxidável fica protegida pela tampa, que possui a função trava de segurança, impedindo acidentes na cozinha e até mesmo riscos para possíveis crianças ao redor.

A capacidade é de 350ml, um bom número para uma boa quantia.

Um excelente produto para quem busca algo compacto, básico e barato.

Prós

  • Compacto
  • Barato
  • Trava de segurança
  • 2 velocidades e pulsar

Contras

  • Básico
  • Baixa potência

Pipoqueiras Elétricas

Melhores Pipoqueiras Elétricas
Quer saber qual a melhor pipoqueira elétrica? Analisamos e selecionamos somente as melhores opções de compra.
Então se você está pensando em adquirir uma pipoqueira elétrica não deixe de conferir nossa lista que vem à seguir!
Lembrando que todas as pipoqueiras elétricas selecionadas não utilizam óleo para o preparo, isso faz com que as pipocas fiquem mais saudáveis também.

Melhores Pipoqueiras Elétricas para Comprar em 2021

1º – Mondial Pop Fun PP-01 A melhor pipoqueira elétrica Mostrar preço
2º – Britânia Pop Time PIP B-02 Bom custo-benefício Mostrar preço
3º – Mallory Disney Compacta e potente Mostrar preço

1° – Mondial Pop Fun PP-01

Mondial Pop Fun PP-01

Escolhemos a Pop Fun PP-01 da Mondial como a melhor pipoqueira elétrica principalmente por ela ser a que prepara mais pipocas de uma só vez.
Ela tem capacidade de 180g, enquanto a maioria das concorrentes tem apenas 100g.
Claro que ainda se trata de pouca pipoca caso você tenha uma família grande pronta para assistir um filme, mas infelizmente não temos opções maiores disponíveis no mercado.
Com uma potência de 1100w ela consegue preparar as pipocas em cerca de 3 min e meio, então em pouco tempo você poderá matar sua fome.

Prós

  • Alta capacidade
  • Design elegante

Contras

  • A mais cara

2° – Britânia Pop Time PIP B-02

Britânia Pop Time PIP B-02

A britânia Pop Time PIP B-02 foi escolhida como a segunda melhor por ter um excelente custo-benefício.
Ela tem a potência de 1100w, a mesma da primeira colocada e também prepara as pipocas em cerca de 3 min e meio.
A capacidade dela é a média do mercado, 100g.
Mas em compensação ela custa cerca de R$50 a menos que a campeã!

Prós

  • Ótima relação custo-benefício

Contras

  • Baixa capacidade

3° – Mallory Disney

Mallory Disney

Nossa terceira opção foi escolhida por apesar de ser menor que as outras ser também mais potente e preparar as pipocas em menos tempo, ideal para uma ou duas pessoas.
Ela tem 1200w de potência e prepara as pipocas em apenas 2 minutos, ágil e compacta.
O ponto negativo é o fato dela preparar apenas 50g de pipocas por vez, tornando ela inútil para grupos grandes de pessoas.

Prós

  • A mais potente
  • Compacta
  • Preparo rápido

Contras

  • Baixa capacidade

Como utilizar as pipoqueiras elétricas?

O preparo em qualquer uma das pipoqueiras é simples e prático.
Basta utilizar o dosador para adicionar a quantidade adequada de milho de pipoca no produto e posicionar uma vasilha na frente do bico direcionador.
Agora é só acionar o botão de power, depois de alguns minutos você terá suas pipocas prontas para serem consumidas!

Conclusão: qual a melhor pipoqueira elétrica?

Apesar de seu um produto muito simples e também poder ser considerado barato, comprar a pipoqueira elétrica errada pode acabar resultando em dinheiro gasto à toa e menos espaço nos balcões da cozinha.
Resolvemos então fazer esse artigo explicando algumas características que você deve levar em consideração na hora da compra desse tipo de produto.
Para quem precisa de mais pipocas de uma só vez escolhemos a Mondial Pop Fun PP-01, ela tem capacidade de 180g e prepara as pipocas em 3 min e meio.
Já para quem quer uma pipoqueira mais barata selecionamos a Britânia Pop Time PIP B-02, ela tem capacidade menor mas pode ser encontrada por cerca de R$80.
E para os apressadinhos porém não gulosos escolhemos a Mallory Disney, que prepara 50g em apenas 2 minutos.
Espero que tenha ajudado você a escolher a pipoqueira ideal para seu uso! Boa compra!

Fritadeiras Airfryer

Melhores Fritadeiras Airfryer
Finalmente saiu a nossa novíssima lista de melhores fritadeiras airfryer do mercado. Desta vez fomos ainda mais fundo e trouxemos as melhores opções de compra em diferentes categorias.

Melhores Fritadeiras Airfryer para Comprar em 2021

1º – Mondial AF-50-BI Melhor no Geral Mostrar preço
2º – Viva Philips Walita Acabamento e Qualidade de Preparo Mostrar preço
3º – Midea Liva Bom Custo Benefício Mostrar preço
4º – Oster CKSTAF631 Com Forma para Bolo Mostrar preço
5º – Agratto Silver AFS-01 Barata e Compacta Mostrar preço

1° – Mondial AF-50-BI

Mondial AF-50-BI

Depois de reavaliar as opções do mercado escolhemos a Mondial AF-50-BI como a melhor opção para a maioria dos consumidores. Ela é grande, potente e tem uma qualidade de preparo muito satisfatória.

São 1500W de potência e 5 litros de capacidade de cesto, mais que a grande maioria das opções disponíveis no mercado. Além do cesto ser grande ele também tem um formato mais “quadrado” que favorece bastante na hora de dispor os alimentos.

O resultado final do preparo na AF-50-BI é muito satisfatório, na nossa visão chegando muito perto até mesmo dos modelos da Walita que são bem mais caros no geral.

O ponto negativo desta airfryer fica por conta do acabamento que acaba sendo de qualidade inferior principalmente se compararmos com os modelos Philips. De qualquer forma é uma opção interessantíssima pelo tamanho e preço.

Também é importante deixar claro que os modelos da Mondial costumam variar de preço constantemente. O preço atual desse modelo está na média em R$500 (preço do momento da atualização da lista), é um valor adequado para o produto na nossa opinião.

Prós

  • Boa qualidade de preparo
  • Alta capacidade (5,5 litros)
  • Ótima relação custo-benefício
  • Acompanha livro de receitas

Contras

  • Acabamento mediano

2° – Viva Philips Walita

Viva Philips Walita

O modelo mais simples da Philips Walita ficou em segundo lugar na nossa análise. Ela se destaca em acabamento e qualidade de preparo, mas a capacidade e o preço acabam desfavorecendo o modelo.

São 2,2 litros de capacidade e 1425W de potência, números mais modesto que produtos muito mais baratos. Mas na prática a Viva Philips Walita obtém excelentes resultados em termos de qualidade de preparo. Mesmo assim não é uma boa escolha pra quem precisa de uma capacidade maior.

O acabamento é um destaque positivo do modelo, nota-se a qualidade dos materiais usados e acaba passando uma sensação de durabilidade. Coisa que não vemos nos modelos mais em conta.

Apesar da baixa capacidade e do preço comprometerem o custo benefício da Philips Walita ela ainda é um ótimo produto e boa escolha para quem não precisa do tamanho e pode investir um pouco mais pelo acabamento.

Prós

  • Excelente qualidade construtiva
  • Ótima qualidade de preparo

Contras

  • Preço alto
  • Baixa capacidade

3° – Midea Liva

Midea Liva

Para quem procura uma airfryer maior e quer pagar ainda menos que o preço da AF-17, selecionamos a Midea Liva. Ela não é tão grande quanto o modelo da Mondial mas tem boa capacidade e o acabamento é até superior.

Aqui temos 1500W de potência e 4 litros de capacidade, combinação interessante apesar da potência ser a mesma de produtos menores. Talvez por isso vemos aqui uma qualidade um pouco inferior no preparo dos alimentos.

Já a construção agrada bastante, é robusta de boa qualidade. Até mesmo o design chama atenção por conseguir ser diferente nesse segmento com tantas opções com visuais extremamente parecidos.

Enfim, a Midea Liva é uma ótima opção custo benefício para quem quer uma fritadeira sem óleo com mais capacidade. Para quem não precisa desse tamanho, a próxima opção da lista talvez seja uma compra mais adequada.

Prós

  • Boa capacidade
  • Boa qualidade construtiva
  • Ótimo preço

Contras

  • Qualidade de preparo mediana

4° – Oster CKSTAF631

Oster CKSTAF631

A Oster CKSTAF631 é outra boa opção na nossa opinião. Ela tem uma boa qualidade de preparo e conta com um diferencial de trazer na caixa uma forma para bolo, recurso que agrada grande parcela de compradores.

O modelo conta com 3,2 litros de capacidade e 1500W. Como já mencionamos a qualidade de preparo é bem satisfatória.

Também consideramos um ponto positivo o preço desta fritadeira, resultando em uma boa relação custo benefício. Na média ela pode ser encontrada por menos de R$400 nas lojas online.

A maior reclamação com relação a Oster CKSTAF631 é a baixa qualidade do teflon. Sabemos que esse é um problema comum nesse segmento, mas aqui o desgaste é ainda mais rápido que em modelos concorrentes.

Prós

  • Acompanha forma para bolo
  • Boa qualidade de preparo
  • Preço atrativo
  • Acompanha livro de receitas

Contras

  • Teflon descasca rapidamente (mais que o normal)

5° – Agratto Silver AFS-01

Agratto Silver AFS-01

A Agratto Silver AFS-01 é a nossa sugestão para quem busca uma airfryer compacta e de preço baixo. Ela custa menos de R$300 (preço no momento da elaboração da matéria) e tem um funcionamento regular.

Suas dimensões reduzidas favorecem quem possui pouco espaço para colocar o equipamento. Apesar disso a baixa capacidade torna ela inviável para famílias com mais de 3 pessoas.

São 2,5 litros de capacidade e 1270W de potência. São especificações básicas mas suficientes para preparar uma grande quantidade de alimentos satisfatoriamente.

Apesar de gostarmos do design do modelo, achamos o acabamento mediano ficando até um pouco abaixo da qualidade de modelos de marcas concorrentes como Mondial por exemplo.

Prós

  • Compacta
  • Preço atrativo
  • Qualidade de preparo satisfatória

Contras

  • Acabamento mediano

Conclusão: qual a melhor air fryer do mercado?

Isso vai depender do que você precisa ou procura na sua fritadeira sem óleo. Escolhemos cinco modelos que atendem diferentes tipos de consumidores. Vamos resumir cada uma das nossas escolhas.

A melhor airfryer para a maioria das pessoas é a Mondial AF-50-BI segundo nossa análise. Ela tem alta capacidade, boa qualidade de preparo e não custa muito caro.

Para quem procura um produto de melhor acabamento recomendamos a Viva Philips Walita. Além de ser robusta ela consegue ótimos resultados de preparo, mas é bem cara!

Na terceira posição vemos a Midea Liva. Ela tem um preço muito atrativo, boa capacidade e um acabamento diferenciado.

Para quem procura uma fritadeira airfryer com forma para bolo e barata sugerimos a Oster CKSTAF631. Ela é boa mas tem o teflon de qualidade abaixo da média, que já é ruim.

Por fim indicamos a Agratto Silver AFS-01 como uma airfryer compacta e com preço baixo. Ela funciona bem mas tem capacidade relativamente baixa.

Pronto! Chegamos ao fim de mais um comparativo, espero que a matéria tenha sido útil para que você encontre a fritadeira perfeita para seu caso. Qualquer dúvida é só deixar nos comentários.